Relator aceita pedido de impeachment contra Dilma Rousseff

A íntegra do relatório está sendo lida nesta tarde na comissão especial do impeachment, que deverá votá-lo até segunda-feira e depois encaminhar o resultado para o plenário da Câmara.
06/04/2016 15h50 - Actualizado 6/04/2016 15H59
foto: revelación

O deputado Jovair Arantes (PTB-GO) votou pela procedência da denúncia por crime de responsabilidade contra a presidente Dilma Rousseff. A íntegra do relatório está sendo lida nesta tarde na comissão especial do impeachment, que deverá votá-lo até segunda-feira e depois encaminhar o resultado para o plenário da Câmara.

No texto, Arantes diz que concluipela admissibilidade jurídica e política da acusação e pela consequente autorização para a instauração, pelo Senado Federal, do processo por crime de responsabilidade promovido pelos senhores Hélio Pereira Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaina Conceição Paschoal”.

Os membros (130 titulares e suplentes) têm direito a 15 minutos de fala, cada uno, e os não membros a 10 minutos. Como o processo é longo, é possível que sejam convocadas sessões para sábado ou domingo.

El lunes, os membros da comissão votam o texto de Arantes. É preciso maioria simples para aprovar o parecer. Se ele não for aprovado, outro deputado deve fazer um novo relatório.

Caso concordem com a decisão de Arantes, a proposta é publicada no Diário Oficial da Câmara. Después de 48 horas, é incluída na pauta de votação do plenário.

fuente: Veja.com/ Exame.com


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505