Teori começa a mandar ex-ministros de Dilma para a Justiça Federal

Caminho aberto para que ex-presidente Lula volte a ser investigado pela força tarefa da Operação Lava Jato.
19/05/2016 18h16 - Actualizado 19/05/2016 18h17
foto: reproducción

A decisão do ministro Teori Zavascki de mandar uma das investigações contra o ex-ministro de Comunicação Edinho Silva para a primeira instância da Justiça Federal pode ter aberto uma porteira. En su decisión, Teori afirma que, por ter saído do ministério, mesmo ainda sendo temporário o afastamento da presidente Dilma Rousseff, Edinho perdeu o foro privilegiado.

tan, cai por terra a expectativa de alguns ex-ministros de que seus casos continuariam no Supremo Tribunal Federal enquanto estivessem de quarentena e Dilma não tenha sido julgada pelo Senado. Se Teori mantiver os mesmos critérios em futuras decisões, outros ex-ministros de Dilma, como Ricardo Berzoini, José Eduardo Cardoso, Aloizio Mercadante e até o próprio ex-presidente Lula devem ser investigados pela força tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, jurisdição do juiz Sérgio Moro.

Essa investigação de Edinho, decidida por Teori, vai para a Justiça Federal em Brasília. Ela não tem ligação direta com o escândalo da Petrobras. A denúncia, baseada na delação premiada do ex-senador Delcidio Amaral, es que, na campanha de 2014, de maneira ilegal Edinho Silva teria determinado a transferência de R$ 1 milhão para a campanha do PT em Mato Grosso do Sul. A operação teria sido feita por intermédio de um laboratório farmacêutico. Edinho sempre nega irregularidades em sua atuação como caixa de campanha de Dilma Rousseff em 2014.

fuente: la divergente


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso