• Abertura do JEAs é marcada por emoção e reúne mais de três mil atletas na Arena Amadeu Teixeira

    En esta ocasion, ocorreu o desfile das 200 instituições de ensino.
    20/07/2016 17h38 - Actualizado 20/07/2016 17h38

    Foto: divulgar


    O símbolo da união entre os povos, o acender da pira olímpica, deu largada na manhã desta quarta-feira, día 20, à fase final do 39º Jogos Escolares do Amazonas (JEAs). A solenidade de abertura do maior torneio interescolar do Estado ocorreu na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, no bairro Flores, Zona Centro-Sul, e reuniu, en media, três mil pessoas. En esta ocasion, ocorreu o desfile das 200 instituições de ensino, que foi embalado pela fanfarra da Escola Estadual Senador Petrônio Portella. O evento é uma realização do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Deportes y Ocio (Sejel) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

    “Foi uma abertura muito bonita, digna da importância dos Jogos para a comunidade e representou muito bem aquilo que a competição trabalha, que é a interação e inclusão das pessoas. Vamos dar todo o suporte para os atletas, tem centenas deles já hospedados na Vila Olímpica de Manaus, e iremos garantir a ida dos classificados do JEAs para os Jogos Escolares da Juventude (JEJ)", ressaltou o titular da Sejel, Fabricio Lima.

    Pela disputa final na capital, participam este ano do JEAs um total de 32 municípios e, en media, três mil alunos de escolas públicas, privadas e federais, que disputarão 16 modalidades, siendo 11 individuais e cinco em equipes, são elas: Atletismo, Badminton, Basquete, Ciclismo, Futsal, Ginástica Rítmica, Handebol, Judô, Luta Olímpica, Natação, Tênis de Mesa, Vôlei de Quadra, Vôlei de Praia, Xadrez, Jiu-Jítsu e Futebol.

    Competição – Este miercoles, día 20, a corrida pelo pódio iniciou às 13h com a disputa do Futsal, na Arena Amadeu Teixeira. Este jueves, 21, entram em cena o Atletismo, Xadrez, Vôlei e Handebol (tabela em anexo). A competição segue até 30 de julho e as categorias disponíveis são infantil (de 9 una 11 años) e juvenil (de 15 una 17).“Estamos felizes com o início dos Jogos, de receber tantos atletas do interior e poder oferecer novidades este ano, como a disputa de duas novas modalidades, o futebol e o jiu-jítsu. Iniciamos as seletivas em maio e trabalhamos com mais de 100 mil estudiantes, en 61 municípios e seis polos do interior. A cada dia que passa, este trabalho se consolida mais com a equipe da Sejel, Seduc”, ressaltou a coordenadora do JEAs, Lilian Valente.

    Para o secretário estadual de educação, Algemiro Ferreira, a abertura do evento reflete o sucesso dos Jogos. “Desde as seletivas do JEAs, nos 61 condados, já era possível imaginar o sucesso que seria a fase final e, realmente, a abertura vem constatar isso, com a participação, em peso, dos alunos. Agradeço o empenho e parceria de todos e desejo uma competição”, destacado.

    Revezamento da Tocha
    Um dos momentos mais esperados da abertura dos Jogos foi o revezamento da tocha, que ficou a cargo de cinco atletas da Luta Olímpica, todos já receberam medalha de ouro pela competição do ano passado. Tácila Lopes, Raíssa Pimentel, Jéssica Vitória, Felipe Santana fizeram a volta na Arena Amadeu Teixeira e Paulo Arthur Felix acendeu a pira, levando o público ao delírio.

    “Estou muito emocionado, nervoso, pois é uma responsabilidade muito grande participar deste momento. Quando eu acendi a pira, tive a mesma sensação de quando consigo ganhar uma medalha de ouro. Não vou esquecer nunca mais deste momento e tenho certeza que isso vai me dar sorte para conquistar mais uma vez o ouro”, ressaltou Arthur, 15, que ano passado conquistou o lugar mais alto do pódio pela categoria 54 Kg da Luta Olímpica e o terceiro pelo JEBs (atual JEJ).

    Foco no pódio
    Uma das equipes que vem em busca de se destacar pelo JEAs é a de Novo Aripuanã, una 1.211,6 kilómetros de Manaus. Enfrentando 36 horas de barco, a delegação composta por 28 meninos veio para Manaus encarar as disputas do Handebol, Futsal, Tênis de Mesa e Arremesso de Peso. “É uma viagem longa, cansativa, mas que vale muito a pena para a gente, pois participar dos Jogos é motivo de muito orgulho para todos nós. Não é fácil cuidar de tantos jovens, principalmente quando estamos na transição do barco, mas com disciplina e respeito conseguimos ter bom relacionamento”, destacou o responsável pela equipe, professor Márcio Botelho.

    Para o novo-aripuanense, Felipe Benedito, 13 años, esta será a chance de conquistar o segundo ouro pelo JEAs. O primeiro foi faturado em 2015, pelo Arremesso de Peso. “Estou bem ansioso para as competições, desde quando saí de Novo Aripuanã, mas confiante no segundo título consecutivo. Ano passado fiz a marca de 28 metros e este ano, treinando muito, melhorei meu desempenho e devo fazer de 32 una 33 metros pela Juvenil e, así, ir para os Jogos da Juventude”, disse o atleta, que se conquistar vaga para o JEJ fará sua primeira competição nacional.

    Aluna do Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) CMPM 7, Jackeline Liz conta que vai estrear nos Jogos pelo Vôlei de Quadra e está encarando com responsabilidade a missão de representar bem sua escola. “Estamos com uma expectativa muito boa em relação as competições. Eu já havia acompanhado os jogos do ano passado, quando minha escola participou, mas o frio na barriga de estar aqui para competir é muito bom e diferente”, comentado.

    Apresentações
    Além do desfile de todas as escolas participantes, a abertura do JEAs ainda contou com as apresentações das Cheerleaders do CETI Gilberto Mestrinho, e das ginastas do Centro Educacional Adalberto Valle. Outro momento marcante foi o juramento do atleta, feito pelo representante Matheus Matos, 13, de Parintins. “Este momento é sério para nós atletas e representa o nosso comprometimento com o esporte. Estou emocionado”, él dijo, que vai disputar o Handebol Juvenil.

    Seletiva para o JEJ
    Os campeões do JEAs da categoria Infantil disputam os Jogos Escolares da Juventude (JEJ) na cidade de João Pessoa, na Paraíba, entre los dias 20 una 29 de septiembre. Já os vencedores da categoria Juvenil disputarão a mesma edição do torneio em novembro, na mesma capital, de 10 una 19 desde noviembre.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso