Crise não intimida ações e funcionamento de espaços culturais no Amazonas

Continuidade das políticas culturais do Governo do Amazonas supera crise e ganha destaque em 2016.
30/12/2016 14h40 - Actualizado 30/12/2016 14h40

Foto: divulgação


Enquanto a crise econômica atinge diversos estados brasileiros, acertando em cheio a cultura e as demais áreas sociais, o Amazonas tem despertado olhares por se manter firme no desenvolvimento da política cultural do estado. Destacam-se a manutenção de espaços culturais, escolas de artes, bibliotecas, e pagamento de salários sem atrasos das orquestras, coral, corpos de baile e demais servidores, que sob a gestão do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, seguem em plena atividade, com programação extensa e sem cancelamentos.

Para garantir a continuação das ações da política cultural foi necessária uma reestruturação inteligente, possibilitada por uma gestão iniciada em 1997, baseada na formação artística e de plateia. “A forte crise econômica que continua atingindo o país, de uma forma ou de outra, teve seus efeitos aqui. Reduzimos alguns gastos, isso é claro, mas o governo do Amazonas não deixou de priorizar a política cultural, nos permitindo trabalhar com todo afinco pela cultura do nosso Estado. Não suspendemos atividades de nenhum dos nossos corpos artísticos, não fechamos nenhum teatro, não encerramos nenhuma atividade dos nossos espaços culturais. Temos orgulho de dizer que o Amazonas, ao longo de 20 anos de políticas bem sucedidas na área cultural, ganhou destaque nacional e internacional como um grande polo artístico”, afirma o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga.

De acordo com o Governador do Amazonas, José Melo, a continuação das ações culturais é uma das prioridades do seu governo. “Na cultura temos conseguido garantir uma diversidade de ações e programas, que valorizam os talentos da nossa terra nos mais variados segmentos da arte e incentivam a formação de novos artistas. É uma marca nossa, mesmo diante da crise econômica, oferecer opções culturais de altíssima qualidade. Não abrimos mão disso. Enfrentamos uma crise muito severa buscando sempre soluções que possam garantir a preservação dos nossos programas, dos nossos corpos artísticos, dos nossos espaços e inovando. Essas novidades vieram não só com novos espetáculos, mas sobretudo com o estabelecimento de parcerias com a iniciativa privada. As empresas estão sendo convidadas a investir na cultura do Amazonas e estão fazendo isso. É uma coisa que veio para ficar e vamos trabalhar para que cresça ainda mais”, garante.

Na oportunidade da coletiva de imprensa do Concerto de Natal “Natividade”, realizado no dia 13 de dezembro, João Guilherme Ripper, presidente da fundação que mantém o Teatro Municipal do Rio e compositor da música do Concerto, parabenizou o trabalho e o esforço do Governo do Estado em manter os investimentos na cultura. “Vocês têm conseguido realizar muito por aqui. Eu sei que não é fácil, mas o esforço do Governo tem superado a crise e isso merece ser reconhecido”, ressaltou.

Teatro Amazonas 120 años
Além do Concerto de Natal, o Teatro Amazonas, que comemora este ano 120 años, foi palco do 12º Festival de Teatro da Amazônia, XIX Festival Amazonas de Ópera e apresentações das Séries Guaraná e Encontro das Águas, e a estreia dos “Duetos Populares” em Agosto, que reuniu artistas amazonenses consagrados dos mais variados ritmos, do brega ao rock, do forró a MPB, em shows gratuitos para a população.

E a programação especial do Teatro Amazonas 120 anos não parou por aí. Foram 236 apresentações, siendo 163 gratuitas, 73 com bilheteria, 23 atrações nacionais e cinco internacionais. Além dos espetáculos, o Teatro também abriu as portas para a visitação gratuita para amazonenses, terça a sábado, e para todos os turistas nas terças-feiras.

Editais
Vale destacar ainda que só em 2016 foram lançados nove editais, sendo eles: Festival de Teatro da Amazônia; Edital de Fomento ao Audiovisual no Amazonas; Edital Área do Conhecimento Indígena e Arte Popular; Edital para Produção de Vídeo sobre a vida dos Ex-Governadores; Edital Concurso para Concessão de Prêmios de Projetos de Textos e Produções Teatrais com Temática Jurídica, indígena e de negritude; Edital de Credenciamento Público das Agremiações Carnavalescas; Edital do Concurso de Fantasias Adulto e Infantil; e dois editais de Cessão de Uso do Sambódromo e Arena do CCPA para o Carnaval e outros eventos.

Patrocínio e apoio cultural
O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura, deu apoio aos seguintes eventos: Virada Sustentável (espaço e Orquestra Amazonas Band); Festival Brasileiro de Trombonistas; Espetáculo Marcelo Mourão Gomes (espaço + produção de cenário + orquestra); Festival Curumim de Teatro de Bonecos; Amazônia Live (orquestra + coral). E patrocínio para lançamento de filmes e viagens de artistas para eventos culturais, além de Aquisição de telas e livros de autores amazonenses; Cessão de espaços para Festivais.


*** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


Facebook

economía

Contacto Terminos de uso