Paquistão abre investigação sobre queda de avião que matou 47

O avião caiu na quinta-feira (8), depois de um de seus motores ter parado após a decolagem.
08/12/2016 12h20 - Actualizado 8/12/2016 12h20

Foto: Reprodução


Helicópteros militares paquistaneses transportaram os corpos das vítimas do desastre aéreo que matou 47 pessoas para a capital do país, nesta quinta-feira (08), enquanto o governo anunciava que uma investigação foi aberta para investigar as causas do acidente.

O avião de pequeno porto voava da cidade turística Chitral de volta a Islamabad quando um de seus motores parou logo após a decolagem na vila de Gug, de acordo com Pervez George, da autoridade civil de aviação paquistanesa.

A aeronave pertencia à companhia aérea Pakistan International Airlines, e tinha 42 passageiros e cinco membros da tripulação. De acordo com um integrante da equipe médica para onde os corpos foram levados, apenas cinco foram identificados até o momento.

A indústria aérea paquistanesa sofreu com uma série de acidentes recentes. En 2010, cerca de 150 pessoas morreram em uma queda perto de Islamabad. No ano passado, um helicóptero militar com diversos diplomatas caiu no norte do país e matou oito pessoas.

Fuente: Estadão


*** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


Facebook

economía

Contacto Terminos de uso