honores bulevar banda y honor a las mujeres 30 años de juerga

En el sonido de marchinhas, axé y samba-parcela, miles de personas se reunieron a partir de la madrugada del domingo por la tarde (19).
20/02/2017 09h56 - Actualizado 20/02/2017 15h58
foto: Ingrid Anne / Manauscult

“Não importa se é 30, 40, 70… a felicidade é o amor”. Para comemorar seus 30 años de tradición, a Banda do Boulevard escolheu cantar o que lhe faz grandiosa: a alegria do amor e, em referência à idade da banda, a força da mulher em sua melhor fase, la 30 años. En el sonido de marchinhas, axé y samba-parcela, milhares de pessoas lotaram desde o início da tarde deste domingo, 19/2, a avenida que dá nome à banda, Boulevard Álvaro Maia, na zona Centro-Sul da cidade, em mais de oito horas de programação.

“Carnaval é bom para brincar com responsabilidade. En ese sentido, a Prefeitura de Manaus tem atuado com iniciativas de combate à exploração infantil e integração entre os órgãos. Además, apoiamos com estrutura de som, palco e iluminação 100 bandas e blocos de rua, por meio de edital. É com muita alegria que, de esa forma, ajudamos a preservar o Carnaval de Rua da capital, conforme a orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, como uma manifestação cultural legítima e popular”, ressaltou o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula.

Além da marchinha-tema da banda, o som ficou por conta de outras atrações convidadas para cantar no palco do evento, como Anjinhos do Boulevard, Bem Brasil, e a cantora Keila Regina e Grupo Amigos do Pagode, como atrações nacionais. Para não deixar ninguém parado, as baterias das escolas de samba Reino Unido e Vitória Régia, que darão um show na avenida durante o Desfile das Escolas de Samba 2017 no próximo fim de semana, também comandaram a festa.

Brincando em família, José Luiz Ribeiro, disse que todos os anos vai para a Banda do Boulevard e que acompanhou o crescimento da festa. “Hoje uma multidão se forma aqui na avenida. É uma festa bonita e divertida. Trago meus filhos para aproveitarem para brincar fantasiados e eu e minha esposa curtimos as marchinhas mais antigas”, comentado.

Já o folião o folião William da Silva, fantasiado de “Capitão América”, estava desde cedo no clima da festa. “É minha primeira vez na Banda do Boulevard, mas já estou adorando. É uma banda que tem tradição, reunindo um público maravilhoso, com muito amor e Carnaval”, dijo.

Fundada por moradores da avenida, en febrero 1987, a Banda do Boulevard é um dos blocos tradicionais da cidade contemplados com apoio de estrutura por meio de edital da Manauscult. A programação do Carnaval de rua continua até 12 de marzo, e pode ser conferida na íntegra aqui: http://bit.ly/carnavalderuamao.

Bhaixa da Hégua

Já na zona Sul da cidade, no bairro de Educandos, a tradicional carreata abriu a Banda da Bhaixa da Hégua. Homenageando a fauna e a flora amazônica, a banda comemorou sua 26ª edição, animando os foliões pelas ruas do bairro. A programação iniciou às 17h, reunindo moradores da região e bairros próximos.

A aposentada Maria do Carmo Vasconcelos, 66, chegou cedo para acompanhar o desfile da Hégua. “Sou moradora do Educandos e já fui muito de folia, mas agora fico em casa vendo o Carnaval passar. Ese año, minha sobrinha foi convidada para ser rainha da banda e eu vim prestigiar. Há tempos eu não brincava um Carnaval assim”, contou ela.

O presidente da Bhaixa da Hégua, Alcides Castro, comandou a folia e contou que, além da diversão, a banda tem um papel social. “Este ano viemos em defesa da fauna e da flora. É Carnaval, é alegria, mas é também uma oportunidade de alertamos a população para um assunto importante, a preservação da Amazônia”, anotado.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso