red municipal cuenta con dos escuelas más de Educación Integral

Con las nuevas unidades, Se semed para ser reemplazados por seis escuelas de Educación Integral.
21/02/2017 14h54 - Actualizado 21/02/2017 14h54
foto: revelación

A rede municipal passa a contar com duas novas escolas de Educação Integral, sendo a primeira da modalidade na zona rural de Manaus. Más temprano el martes, 21, gestores e profissionais das Escolas Municipais Padre Calleri, ubicada en el kilómetro 13 a la BR 174, e Sérgio Alfredo Pessoa, en el barrio Presidente Vargas, zona sur de la ciudad, participaram de uma reunião com o grupo de trabalho da secretaria que trata do assunto. Con las nuevas unidades, Se semed para ser reemplazados por seis escuelas de Educación Integral.

Além das duas unidades, participaram do encontro os gestores das Escolas Municipais Waldir Garcia e Maria das Graças Vasconcelos e dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) Graciliano Ramos e Hermann Gmeiner, que já trabalham com a Educação Integral desde 2016, além de técnicos de vários departamentos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e representante da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e da Organização da Sociedade Civil/Coletiva Escola Família Amazonas (CEFA).

A diretora do Departamento de Gestão Educacional (Dege) la Semed, Marcionília Bessa, explicou que o trabalho do grupo é ouvir, acompanhar, analisar e orientar as escolas que estão dando início ao projeto de Educação Integral.

“Foi um momento de escuta, onde nós ouvimos as escolas inseridas esse ano. Tivemos a oportunidade de ouvir dúvidas das gestoras e suas ansiedades, para que nós possamos encaminhar as orientações adequadas. O grupo se reúne para discutir, dar encaminhamento, esclarecimento e tomar providência para que as escolas funcionem da melhor maneira possível”, explicó.

A principal característica desta modalidade é o aluno como protagonista do saber e uma escola democrática onde todos têm voz. A escola integral tem cinco pilares de aprendizagem: cultural, cognitivo, socioambiental, físico e emocional.

Localizada na zona Rural de Manaus, a Escola Municipal Padre Calleri, tiene 110 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e que agora fazem parte da Educação Integral. Segundo a diretora Cintya Maria Lima de Moraes, o novo modelo de ensino vai facilitar a vida dos alunos, que poderão desenvolver outras atividades em um mesmo local.

“Para nós é uma satisfação muito grande ser a primeira escola da zona Rural a aderir ao projeto de Educação Integral, até porque nossa escola a cada ano está crescendo nos índices de Educação Básica (IDEB), que era 5,2, en 2015 e queremos alcançar 6,2 este año. Com a Educação Integral, a tendência é crescer cada vez mais a qualidade de ensino no município de Manaus”, examinado.

Con un total de 297 estudiantes, sendo aproximadamente 200 estudantes beneficiados com a Educação Integral, a diretora Regeane Chaves, da Escola Municipal Sérgio Alfredo Pessoa de Figueiredo, barrio Presidente Vargas, se diz satisfeita com a inclusão de sua unidade no projeto.

“Nós temos muito mais tempo com o aluno, o que faz toda diferença, porque o professor pode se dedicar mais. Os alunos podem se alimentar bem, descansar, ter uma rotina, deixar de ficar nas ruas e estudar mais, fazer também outras atividades. Tudo isso é positivo e dará bons resultados”, cree.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso