Asociaciones que atienden a personas con discapacidad se benefician del Fondo de Promoción Social

Entre las instituciones son la Sociedad Norte Nova Olinda Pestalozzi, que recibió R $ 234 mil para la compra de equipo y la mejora de sus instalaciones.
03/03/2017 12h28 - Actualizado 3/03/2017 12h28

foto: Joel Arthus / Secom


Apoiar as instituições que cuidam das pessoas com deficiência é uma das principais missões do Fundo de Promoção Social (FPS), Gobierno de Amazonas, que nos últimos dois anos ampliou o alcance dessas organizações na capital e também no interior. Os repasses são feitos via Termos de Fomentos, específicos para as Organizações da Sociedade Civil (OSC), viabilizados a partir dos editais lançados pelo Fundo. Entre as instituições beneficiadas está a Sociedade Pestalozzi de Nova Olinda do Norte, que recibió R $ 234 mil para la compra de equipo y la mejora de sus instalaciones.

A entidade atua no desenvolvimento integral e na inclusão social dos assistidos e seus familiares, com educação especial, promoção da formação cultural, esportiva e do lazer, da assistência à saúde e na capacitação com vistas à geração de renda e a melhoria da qualidade de vida. “As instituições que cuidam de pessoas com deficiência, como a Sociedade Pestalozzi e a Associações de Pais e Alunos de Excepcionais (APAEs), são aliadas do Estado na promoção do desenvolvimento de pessoas com deficiência, valorizando o ser humano no sentido amplo e com a missão de criar um ambiente saudável para eles e seus familiares. Por eso, o nosso cuidado em prestar o apoio necessário, viabilizando as condições para que isto ocorra num ambiente digno e saudável”, observa a presidente de honra do FPS, Primera Dama del Estado, Fabiana Gomes de Oliveira.

recursos, repassados em 2015, por meio de um Termo de Fomento entre o Governo do Estado e a Sociedade Pestalozzi de Nova Olinda do Norte, foram utilizados para equipar o Centro de Fisioterapia da instituição e os ambulatórios; para a compra de materiais esportivos e aquisição de instrumentos musicais; também receberam reforço o ateliê de costura, a cozinha industrial e doméstica, o laboratório de informática, utilizados nas atividades laborais e de capacitação com alunos e familiares, bem como as instalações da instituição, que renovou o sistema de som, os condicionadores de ar e ainda melhorou seu ambiente de recepção e o setor administrativo.

“Cuidar das pessoas é nosso lema e o trabalho da Pestalozzi é fundamental e faz diferença na vida de várias famílias. Por eso, é missão do Fundo de Promoção Social contribuir com o desenvolvimento e a expansão de iniciativas dessa magnitude”, destaca a primeira-dama.

Inclusão da pessoa com deficiência – A Pestalozzi de Nova Olinda conta com fonoaudióloga, psicóloga, e nutricionista. más que 400 visitas, onde são oferecidos cursos e oficinas para profissionalização, escola especializada no processo de inclusão, com Estimulação Precoce (de 0 un 3 años), Educación Infantil (04 mi 05), Enseñanza fundamental (06 un 14), Educação de jovens e adultos (15 un 39), Oficinas Protegidas (encima de 40 años). Também desenvolve habilidades em artesanato, terapia ocupacional e culinária.

“O Governo está fazendo sua parte na contribuição para a pessoa com deficiência. É um dos poucos estados do Brasil que realmente respeita e tem a visão de que a pessoa com deficiência tem o direito pleno à cidadania. No Amazonas não podemos reclamar”, afirma o presidente estadual da Pestalozzi no Amazonas, Jorge Biazze.

Além de Manaus e Nova Olinda do Norte, a instituição está presente em mais sete municípios do interior do Estado. No último dia 16 Febrero, na presença do Governador professor José Melo e da primeira-dama Edilene, a Pestalozzi de Coari recebeu do FPS um micro-ônibus equipado e adaptado para pessoas com deficiência, também resultado de um Termo de Fomento .

Instituições beneficiadasEntre as instituições que trabalham com a pessoa com deficiência já contempladas por meio dos editais do FPS estão a Congregação das Irmãs Salesianas dos Sagrados Corações – Instituto Filippo Smaldone; a Associação Pestalozzi de Coari; a Associação dos Deficientes Físicos do Município de Itapiranga; o Núcleo de Amparo Social Tomás de Aquino – Abrigo Moacyr Alves; e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Iranduba e de Tabatinga.

en 2016, el Gobierno de Amazonas aprobó la transferencia de R $ 3,383 millones de dólares para 23 OSCs que prestam serviços assistenciais no Estado, com a meta de beneficiar 3,4 miles de personas en 11 municipios, además de Manaus. Também foram priorizados municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Um novo edital para instituições de todo o Estado está sendo preparado para o primeiro semestre de 2017 e em breve será anunciado pelo FPS.

Os Termos de Fomento que fundamentam os repasses de recursos para as instituições sociais baseiam-se na lei 13.019/2014, publicado en 31 julio 2014. A relação de parceria das OSCs com o Estado permite qualificar as políticas públicas, aproximando-as das pessoas, das realidades locais e possibilitando o atendimento de demandas específicas de forma criativa e inovadora. Com a lei, espera-se que as organizações da sociedade civil se fortaleçam e possam colaborar cada vez mais com as transformações políticas, sociais e econômicas.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

economía

contacto Condiciones de uso