ciudades brasileñas apagar las luces el sábado en la acción contra el calentamiento global

En las luces del estanque Manaus Japiim se borrará a las 20:30 y será así durante sesenta minutos.
25/03/2017 15h36 - Actualizado 26/03/2017 13h57

foto: reproducción


Más que 100 ciudades brasileñas se unieron este año a la movilización de la Hora del Planeta fomentar la reflexión sobre la manera de abordar el calentamiento global y preservar el medio ambiente. El proyecto llama a las personas, empresas e entidades públicas a apagarem as luzes durante uma hora hoje (25), das 20h30 às 21h30.

creado 2007 na capital australiana, Sydney, pela organização não governamental WWF, a iniciativa está presente em mais de 7 mil ciudades. No brasil, a ação ocorre desde 2009. Alguns eventos pontuais vão marcar a data, como um passeio ciclístico em Brasília pouco antes do apagar das luzes de monumentos como o Congresso Nacional, o Museu da República e a Catedral Metropolitana.

Según el director ejecutivo de WWF-Brasil, Maurício Voivodic, as ações deste ano priorizaram o engajamento digital. “Fizemos vídeos que foram divulgados nas redes sociais, com pessoas comuns sobre o que ainda não conseguiram fazer para melhorar o planeta e o que o podem fazer para contribuir. É um convite à reflexão” disse.

Além da conscientização individual, a campanha também busca despertar a população para o problema do consumismo. “O atual padrão de consumo também é uma questão abordada nas nossas ações. O consumismo é um tremendo problema para a sociedade e para o planeta, gerando desperdício”, alertou Voivodic. “Nestes dez anos, o balanço é muito positivo, tem tocado as pessoas e hoje é a maior campanha ambiental do mundo, é um momento para parar e pensar como podemos cuidar melhor do nosso planeta”, terminado.

No site da Hora do Planeta é possível acessar material com dicas do que cada um pode fazer para participar da campanha.

O WWF-Brasil desenvolve projetos em todo o país desde 1996 e integra a Rede WWF, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 millones de personas, incluindo associados e voluntários.

Pond Japiim
Em Manaus no Parque Municipal Senador Arthur Virgílio Filho, antiga Lagoa do Japiim, el barrio del mismo nombre, na Zona Sul de Manaus as luzes da Lagoa serão apagadas às 20h30 e ficarão assim durante sessenta minutos como forma de mobilização contra as mudanças climáticas e o aquecimento global. A celebração é aberta ao público e possui entrada gratuita.

De acordo com analista de conservação do WWF-Brasil, Jasylene Abreu, a grande diferença em relação à edição de anos anteriores é a presença de uma feira gastronômica. “Isso é algo que nunca conseguimos inserir na programação do evento e colocar dentro do Parque Lagoa Senador Arthur Virgílio Filho”, dicho, destacando que a capital amazonense participa da Hora do Planeta desde 2008.

Además, conforme ela, haverá ainda apresentações artísticas e musicais, oferta de atividades educativas para crianças, distribuição de mudas, distribuição de material educativo relacionado a mudanças climáticas e comércio de produtos sustentáveis e feitos de produtos reciclados.

Agencia Brasil


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

economía

contacto Condiciones de uso