Investigador del Amazonas recibirá premio internacional 'talentos en ascenso' en París

Com apoio da Fapeam, Fernanda Werneck, estuda efeito das mudanças climáticas de lagartos da Amazônia.
21/03/2017 10H00 - Actualizado 21/03/2017 19h05

foto: revelación


Após ser agraciada com o prêmio “Para Mulheres na Ciência”, en 2016, a pesquisadora Fernanda Werneck, el Instituto Nacional de Investigaciones de la Amazonia (Inpa-MCTI) receberá o prêmio internacional “Rising Talents”, el martes (21), en Paris. Com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). A pesquisadora desenvolve estudos que investigam o efeito das mudanças climáticas em lagartos da Amazônia e do Cerrado.

En agosto del año pasado, Fernanda foi uma das sete vencedoras da 11ª edição da premiação “Para Mulheres na Ciência”, iniciativa brasileira voltada às mulheres cientistas promovida pela L’Oréal Brasil, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciencia y Cultura (Unesco) e Academia Brasileira de Ciências (A B C).

A bióloga realiza o estudo intitulado “Determinante da diversidade genética e evolução no ecótono Cerrado-Amazônia”, que busca investigar os padrões de diversidade genética e fluxo gênico de lagartos e os efeitos que as mudanças climáticas podem causar sobre a diversidade e estrutura genética no Cerrado, na Amazônia e na zona de transição entre esses biomas.

Fernanda Werneck é pesquisadora do INPA desde 2013 e entre os projetos que desenvolve com apoio da Fapeam destaca-se o intitulado “A história da paisagem e seus efeitos na evolução de nichos e diversificação da herpetofauna Amazônica”, realizado por meio do Programa de Apoio à Pesquisa (Universal- Amazonas).


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

economía

contacto Condiciones de uso