SEAP y la policía militares llevan procedimiento Revista IPAT

Durante o procedimento foram apreendidos os seguintes materiais ilícitos: 88 trouxinhas de material entorpecente, 119 estoques e seis aparelhos celulares.
17/03/2017 15h42 - Actualizado 18/03/2017 15H26

foto: revelación


Continuando con las acciones preventivas para el control y el orden en el sistema penitenciario, el Departamento de Administración Penitenciaria del Estado (SEAP) y la Policía Militar del Amazonas (PMAM), Ellos llevan a cabo en la mañana del viernes (17), um procedimento de revista no Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT), localizado no km 8 que la BR-174 (Manaos - Boa Vista).

A ação que teve início por volta das 06h empregou um efetivo de 180 personas, entre policiais militares das tropas especiais do Comando de Policiamento Especializado (CPE), servidores da Seap e agentes de socialização da Umanizzare Gestão Prisional.

La Secretaría de Estado de Administración Penitenciaria, PM Teniente Coronel, Cleitman Coelho, ressalta que as revistas são medidas de segurança adotadas pela secretaria. “A circulação de materiais proibidos dentro das unidades possibilita articulações de ações para desestabilizar o sistema. Com os procedimentos de retirada de objetos que não são permitidos, a secretaria toma o controle”.

Durante o procedimento foram apreendidos os seguintes materiais ilícitos: 88 trouxinhas de material entorpecente, 119 estoques e seis aparelhos celulares.

As unidades prisionais da capital estão passando por revistas intensificadas. en conjunto, este año, Ellos se realizaron 18 procedimentos de apreensão de materiais ilícitos, fiscalização de alterações no sistema e identificação de indícios de fuga. Todas as revistas tiveram o apoio da Polícia Militar e quatro unidades contaram com o efetivo do Exército Brasileiro e órgãos do Sistema de Segurança Pública nas ações de revista.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

economía

contacto Condiciones de uso