Campaña de vacunación comienza influenza Día 24 en Manaus

El objetivo de este año es inmunizar 366 miles de personas en la capital, los ancianos, niños, trabajadores de la salud, mujeres embarazadas, indígena y aquellos con comorbilidades.
18/04/2017 15h40 - Actualizado 18/04/2017 15h40
foto: reproducción

La Campaña Nacional de Vacunación contra la Influenza (queja) terá início na próxima segunda-feira (24/04) en la capital. O Ministério da Saúde concluiu o envio das doses para Manaus e as unidades de saúde estão sendo abastecidas para o início da imunização. A campanha deve seguir até o dia 26 mayo, com uma grande mobilização nacional programada para o dia 13 mayo, escolhido como o Dia D de vacinação.

El objetivo de este año es inmunizar 366 miles de personas en la capital, los ancianos, niños, trabajadores de la salud, mujeres embarazadas, puérperas (mulheres com até 45 dias depois do parto), indígena y aquellos con comorbilidades (com mais de uma doença).

El secretario municipal de Salud, Homero de Miranda Neto León, explica que a campanha deve atingir, no mínimo, 90% do público alvo. “Esta é a meta, mas estamos disponibilizando 410.000 doses de vacina, para que todos possam ser imunizados. Manaus tem atingido todas as metas de vacinação, ficando a maioria das vezes em primeiro lugar no País. É determinação do prefeito Arthur Neto que possamos proteger a população de doenças com as vacinas”, dicho.

A vacina estará disponível nas 182 Unidades de Saúde com sala de vacina durante o período da campanha. Já no Dia D, día 13 mayo, estará disponible 959 postos de vacinação no município, un total de 4.500 pessoas trabalhando para atingir o objetivo da campanha. Segundo secretário, este año, houve mudanças em relação ao público alvo e à faixa etária de alguns grupos.

Serão vacinados trabalhadores da saúde; indígenas (aldeados e assistidos pela Secretaria Especial de Saúde Indígena); los niños en edad 6 meses a menores de 5 años (cuatro años, 11 meses e 29 días); gestantes e puérperas (a 45 días después del parto); portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 un 21 anos sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. Además de estos, também passaram a integrar o grupo prioritário os professores das escolas públicas e privadas.

Homero de Miranda Leão destaca que a vacinação é importante porque a influenza, doença respiratória infecciosa de origem viral, é considerada um problema de saúde pública no Brasil. “Esta patologia pode levar a complicações graves e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção viral, como as crianças, mujeres embarazadas, idosos e portadores de doenças crônicas”. Ainda conforme Homero, a cada ano a gripe pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar diferentemente as pessoas. “Por isso as vacinas são reformuladas a cada ano e as campanhas são periódicas”, dice.

O secretário lembra, todavía, que a transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta) ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (Boca, olhos, nariz). “A principal intervenção preventiva para este agravo é a vacinação, por isso convocamos a população à aderir à campanha, procurando uma unidade de saúde ou participando do Dia D”, fortalecido.

A vacina contra influenza é trivalente, constituída por vírus inativados, fracionados e purificados, por lo tanto, não contêm vírus vivos e não causa a doença. As doses são contraindicadas somente para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores. Sin embargo, os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar o laudo médico, receita, carteirinhas dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber o imunobiológico.

Para as pessoas que fazem parte do público alvo e estão impossibilitadas de locomoção (acamadas) a Semsa fará a vacinação em domicílio, a partir de um agendamento, que deverá ser feito pelo número 0800-280-8280. O período para o agendamento vai de 17 de abril a 19 de maio e a aplicação da vacina será feita entre 15 un 26 mayo.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505