Corte determina que la mano de obra 70% la flota colectiva opera en las horas punta de mañana (28)

Na sexta-feira acontece em todo o país greve geral dos trabalhadores contra diversas reformas do governo Temer.
27/04/2017 11H59 - Actualizado 27/04/2017 17h32
foto: Tiago Correa / MMC

La 11ª Región Tribunal Regional del Trabajo, determinou que os trabalhadores rodoviários disponibilizem pelo menos 70% da frota nos horários de pico nesta sexta-feira (28). Os rodoviários pretendem deixar nas ruas apenas 30% de la flota de autobuses, como greve contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

Nos demais horários, o Tribunal determinou que pelo menos 50% da frota funcione, já que é um serviço público essencial, segundo decisão do órgão. Em caso de descumprimento da decisão será cobrada uma multa de R$ 10.000,00 por hora de paralisação.

También en la toma, o TRE proibiu que o sindicato feche as portas das garagens na tentativa de impedir que os carros saiam e que se necessário for será convocado o apoio policial (federal ou militar) para que a ordem judicial seja cumprida.

fuente: Escribir AM Mensaje


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505