PF se apodera de R $ 2 millones de la operación que se dirige a Aécio Neves

Funcionários de Aécio Neves e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foram alguns dos alvos. O acesso aos corredores dos gabinetes do senador e do deputado no Congresso Nacional foram bloqueados pela manhã.
18/05/2017 16h27 - Actualizado 19/05/2017 11H26
foto: reproducción

En la tarde del jueves (18), a Polícia Federal apreendeu cerca de R$ 2 millón. Nesta nova fase da Operação Lava Jato, o principal alvo é o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi gravado pedindo o mesmo valor aos donos do frigorífico JBS.

Ellos se han cumplido 41 de búsqueda y captura y garantiza 8 de prisão preventiva na operação Patmos, autorizada pelo ministro Edson Fachin.

Funcionários de Aécio Neves e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foram alguns dos alvos. O acesso aos corredores dos gabinetes do senador e do deputado no Congresso Nacional foram bloqueados pela manhã.

O Superior Tribunal Federal (STF) decidiu afastar do cargo o senador mineiro Aécio Neves, que é presidente nacional do PSDB.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505