Amazonino llama Marcelo inmaduro y revela que no quería como vice crítica porque todo el mundo

Política reveló que Marcelo ofreció al rango de vice pero se negó.
16/06/2017 16h35 - Actualizado 17/06/2017 16H43
foto: reproducción

O candidato ao Governo do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT), declarou na convenção de seu partido ocorrida nesta sexta-feira, 16, os motivos pelos quais não escolheu o ex-deputado estadual Marcelo Ramos (PR) como adjunto de su plato.

Política reveló que Marcelo ofreció al rango de vice pero se negó. “Ele se habilitou para ser o meu vice, mas eu não quis. Eu não quis porque eu sou coerente”, disse Amazonino.

Entre os motivos listados pelo cacique amazonense estão o fato de Marcelo ser muito jovem e criticar todo mundo. “É uma pessoa que tem a língua baixa, critica todo mundo, é jovem ainda e tem muito que aprender”, anotado.

Como exemplo da imaturidade do ex-deputado Amazonino usou a sua decisão na eleição suplementar de aceitar ser vice do Senador Eduardo Braga, quem tanto ele criticou. “E agora ele está sofrendo um vexame triste. Está sendo vice de alguém (senador Eduardo Braga-PMDB) que ele criticou muito, ofendeu, falou mal. Eu não sei com que cara se apresenta ao povo”, declarou Amazonino, em discurso para plateia de correligionários e eleitores”, concluiu o cacique.

Escribir AM Mensaje


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505