Las redes sociales serán supervisadas por TRE-AM

El objetivo es frenar los abusos durante la campaña electoral.
25/06/2017 16h11 - Actualizado 26/06/2017 12h44
foto: reproducción

Os chamados crimes contra honra na internet – que envolvem ameaça, difamación, difamación, injúria e falsa identidade – têm gerado cada vez mais processos judiciais.

Com a popularização do acesso à internet, a falsa sensação de anonimato parece estimular milhares de internautas a publicarem conteúdo ofensivo de todo o tipo. As ofensas são dirigidas a pessoas específicas, figuras públicas, artistas e instituições privadas. Independentemente de quem for o alvo, aqueles que se sentirem atingidos podem denunciar as manifestações e solicitar na Justiça a remoção das ofensas da rede.

De olho nessa realidade e visando coibir abusos durante a Campanha Eleitoral de 2017, o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas vem mantendo diálogo com o representante da rede social facebook, que mostrando empenho em contribuir com o processo democrático, realizaram hoje, na sede do Tribunal, una reunion, para esclarecer os meios que essa mídia oferece e que auxiliam no imediato cumprimento de decisões como: retirada de postagens, comentários e, principalmente, a possibilidade de identificação de usuários de perfis falsos, de forma a serem responsabilizados criminalmente, por seus atos.

fuente: TRE-AM


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505