El senador Eduardo Braga cuenta en una entrevista en los cargos de radio en la lava Jet

Braga disse que delator Arnaldo Cumplido mentiu ao dizer que ele teria recebido vantagens indevidas na construção da Ponte Rio Negro.
12/06/2017 11h45 - Actualizado 12/06/2017 11h45
foto: reproducción

La última semana, ao se defender das acusações que enfrenta na Operação Lava Jato, o senador e pré-candidato ao governo do estado, Eduardo Braga (PMDB) disse em entrevista a uma rádio, que Arnaldo Cumplido Silva o acusa de ter recebido vantagens indevidas pela construção da obra da ponte sobre o rio Negro, mas que a empresa Odebrecht nunca teve obras no Amazonas, o que é mentira, já que Arnaldo foi diretor de Projetos da Camargo Correa, empresa responsável pela obra da Ponte Rio Negro.

Por ser diretor do projeto, Arnaldo simplesmente disse em delação que na época que trabalhou na ponte rio Negro ouviu dizer que havia um acerto com o então governador Eduardo Braga e a Odebrecht. Mas o atual senador insiste em dizer que é mentira e que não há provas que comprovem o que foi dito por Arnaldo.

A delação premiada de Arnaldo Cumplido foi dia 14 diciembre 2016 e ele citou ainda que a empresa ‘Etamfoi intermediária de propina através de contratos fictícios na obra da ponte.

También en la entrevista, Braga defendeu a Etam justificando que ela é a maior construtora viária que atua no Amazonas e disse também que a mesma empresa trabalhou para outros governos como Omar Aziz, Amazonino Mendes, Gilberto Mestrinho e José Melo.

fuente: Escribir AM Mensaje


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso