La construcción tendrá que pagar $ 900 miles de un accidente fatal en sus obras de construcción de las ondas AM

La empresa en cuestión, Tenía siete accidentes de trabajo en sus obras de construcción, en el que murieron cinco trabajadores fatalmente.
17/07/2017 14h53 - Actualizado 18/07/2017 11h01
foto: Reinaldo Janato / SEE

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – AM/RR , fixou em R$ 900 mil reais a indenização por danos morais coletivos a ser paga por uma construtora do Amazonas em decorrência do descumprimento de normas de segurança do trabalho que resultou em cinco acidentes fatais em seus canteiros de obras na cidade de Manaus (A.M), no período de 2008 un 2015.

Ao ressaltar que uma das obrigações básicas do empregador é a proteção à saúde e à integridade física e mental do empregado em seu ambiente do trabalho, el caso de la ponente, entendeu comprovados os danos morais coletivos e o consequente dever de reparação, salientando ainda que o conjunto probatório demonstra a ocorrência de diversas irregularidades trabalhistas praticadas pelas cinco empresas que compõem o grupo econômico.

Conforme autos de infração, desde 2008, a construtora em questão, Tenía siete accidentes de trabajo en sus obras de construcción, en el que murieron cinco trabajadores fatalmente.

Finalmente, a decisão colegiada manteve a condenação para cumprimento de quatro obrigações referentes à jornada e ao descanso dos trabalhadores, a aplicação de multa diária de R$ 1 mil por norma descumprida. Todavía apelar contra la decisión del segundo panel.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505