TRE-AM condena Negro Chico a pagar bien para uso de la policía para hacer campaña de seguridad

O PM foi morto por bandidos quando fazia segurança para a esposa do vereador, que na época era candidato ao governo.
05/07/2017 10h40 - Actualizado 5/07/2017 15h42
foto: reproducción

El Tribunal Regional Electoral de Amazonas (TRE-AM) condenou o vereador Chico Preto (PMN) ao pagamento de multa de R$ 25 mil por uso irregular do policial militar José Cláudio da Silva para fazer segurança particular durante campanha eleitoral de 2014, na época o vereador era candidato a governador.

A condenação está baseada na legislação eleitoral que diz que “são proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais: ceder servidor público ou empregado da administração direta ou indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político o coalición, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou empregado estiver licenciado”.

O Policial morreu após ser alvejado com três tiros, no dia 2 septiembre 2014, em frente ao comitê do PMN, no momento que fazia segurança da esposa do candidato que estava com dinheiro paga pagar despesas da campanha do atual vereador.

fuente: Escribir AM Mensaje


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso wp: (92) 99344-0505