El gobernador David Almeida convence camino a desistir de punto muerto

A categoria pretendia paralisar 100% da frota na próxima sexta-feira (18), devido aos constantes assaltos.
17/08/2017 09h53 - Actualizado 17/08/2017 15h22
foto: reproducción

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários de Manaus (STTRM), Givancir de Oliveira, dicho, en la mañana del miércoles (16), durante mais uma paralisação do transporte coletivo e especial, que a categoria pretendia paralisar 100% da frota na próxima sexta-feira (18), devido aos constantes assaltos. sin embargo, após reunião com o governador interino, David Almeida, a hipótese foi descartada pelo sindicalista.

“O governador nos atendeu muito bem. Ele vai se reunir com a Secretaria de Segurança para apresentar a nossa proposta de criação de uma Delegacia Especializada em Roubos a Coletivos, só assim os assaltos nos coletivos diminuirão. más que 90 mil pessoas assaltadas por ano, dentro dos ônibus. entonces, por enquanto não haverá greve. Vamos esperar a próxima reunião com o governador para saber o que ficou acertado”, disse Givancir.

De acordo com Givancir, os trabalhadores que atuam no transporte público e especial na capital estão se sentindo ameaçados com constantes roubos e assaltos no dia a dia de trabalho. de vez en cuando, Givancir disse que o Sindicato é contra a extinção do pagamento em dinheiro. Según él, esse ato não acabará com os assaltos.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso