Maternidad Ana Braga celebra la Semana Mundial de la Lactancia con mamaço

El propósito del evento es llamar la atención de la sociedad para fomentar, proteger, apoyar y fomentar la lactancia materna.
01/08/2017 15H59 - Actualizado 1/08/2017 15H59
foto: revelación

Un programa especial que contó con fanfarria, coral y mamaço (en el que varias mujeres que amamantan a sus bebés de forma simultánea) marcado las celebraciones de la Semana Mundial de la lactancia materna en la mañana del martes (1º) en la maternidad Ana Braga, en Manaus Zona Este.

A semana mundial de aleitamento materno acontece em mais de 180 países no mundo. El propósito del evento es llamar la atención de la sociedad para fomentar, proteger, apoiar e estimular o aleitamento materno e também a doação de leite humano para o banco de leite.

A coordenadora do evento, Gracimar Fecury, gerente de enfermagem da Ana Braga, ressaltou que a maternidade dá todo um suporte para as mulheres que tiveram partos naquele local. “O Estado do Amazonas comera hoje a Semana Mundial do Aleitamento Materno e queremos dizer que as pessoas precisam estar envolvidas com o leite porque o leite é vida e a família é o apoio nesse momento de amamentação”, declarou a enfermeira.

Segundo Gracimar, a Maternidade Ana Braga possui 45 leitos com bebês prematuros entre Unidade de Terapia Intensiva (infección del tracto urinario) e Unidade de Cuidados Intensivos (UCI). "Por eso, a Maternidade Ana Braga envolve todos os seus profissionais: pediatras, enfermeiros e técnicos com a causa do aleitamento dando suporte e orientações para essas mulheres que aqui ganham seus filhos, fazendo com que elas possam continuar amamentando e doando leite. Lembrando que aquela mãe que está em casa, que teve seu filho e que está amamentando, ela também pode ser doadora de leite com a quantidade que sobra da amamentação de seu filho”, ressaltou Gracimar Fecury.

A advogada Fabíola Vasques é uma das campeãs de doação do Banco de Leite da Maternidade Ana Braga. Ela já doou mais de 23 litros de leite e continua a amamentar a segunda filha, a pequena Ariel de nove meses de vida. "Para mi, o aleitamento é vínculo e além de ser alimento, ele é muito importante porque é um momento de carinho e, no que diz respeito à doação de leite, eu percebi essa necessidade desde o meu primeiro filho que nasceu prematuro e a segunda filha também. Foi então que eu vi naquele momento, a dificuldade que é a amamentação do bebê prematuro e por isso eu resolvi doar”, explicou Fabíola.

Outra doadora é Fabíola Cordovil, mãe da terceira filha, Maria Fernanda de 16 días de vida. “Eu acho importante amamentar e aproveitar o tempo que tenho com a minha filha porque só tenho cinco meses para ficar com ela antes de voltar a trabalhar. Para mi, o aleitamento materno é muito importante porque evita doenças, além de ser um momento de amor também”, falou a doadora.

Actualmente, o Banco de Leite do Amazonas possui mais de cem doadoras e incentiva as mulheres a continuar doando e amamentando. As três maternidades que possuem Banco de Leite são: Ana Braga, Dona Lindu e Azilda Marreiro (Maternidade do Galileia).

No Amazonas, el año pasado, el Departamento de Salud del Estado (sésamo) contabilizou mais de 4.500 doadoras de leite, o que beneficiou 4.321 niños, la mayoría, bebês prematuros.

No próximo sábado (5), 16:30, os profissionais da Maternidade Ana Braga, juntamente com vários outros órgãos que apoiam o aleitamento materno e a doação de leito humano, preparam um grande mamaço no Largo de São Sebastião.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


contacto Condiciones de uso