• Peças de pirarucu serão vendidas a partir de R$ 5 na Feira de agricultura da Ufam

    A Agroufam 2017 acontecerá nesta quinta (5) es viernes (6), dentro do campus universitário em Manaus.
    03/10/2017 15H40 - Actualizado 4/10/2017 16h35

    Foto: reproducción


    A 42ª edição da feira de agricultura da Universidade Federal do Amazonas (confío), a Agroufam 2017 Feira de Produção Familiar, vai comercializar peças de pirarucu a partir de R$ 5 en esta granja (5) es viernes (6), dentro do campus universitário em Manaus, na sede da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA), blocos 1 mi 2, localizada no setor Sul do campus.

    O evento, promovido pelo Núcleo de Socioeconomia da Ufam (Nusec), acontece de 7h às 18h no primeiro dia e das 7h às 16h no segundo dia. Com o tema “Agricultura Familiar – Desenvolvimento e Potencialização de Mercados”, a feira traz pela primeira vez a venda do pirarucu de manejo, pesca feita pelas comunidades extrativistas de conservação da floresta amazônica das regiões do Médio e Baixo Juruá.

    O evento tem como objetivo disseminar a agricultura familiar no Estado, bem como contribuir para o fortalecimento socioeconômico dos agricultores envolvidos, além da troca de conhecimento tradicional em prol do desenvolvimento e organização da agroecologia na região da Amazônia brasileira.

    Manejo de pirarucu
    Después 20 anos de um relevante trabalho de conservação dos lagos por parte da população ribeirinha do Médio e Baixo Juruá, se concretizou a implantação do projeto de manejo do pirarucu, que já é realizado há 8 anos consecutivos, resultando na pesca e comercialização de 180 toneladas de pirarucu, envolvendo 17 comunidades de Reservas Extrativistas no Juruá e do projeto Desenvolvimento Sustentável Uacari.

    O projeto é apoiado por 20 organizações comunitárias que fazem parte da conservação dos ecossistemas lagos. Esse trabalho de conservação da biodiversidade feito pelos parceiros sociais e organizações comunitárias, transforma a vida das comunidades do médio e baixo Juruá, garantindo melhor qualidade de vida para quem vive da floresta.

    O modelo sustentável de conservação dos lagos tem gerado ganhos ambientais com a recuperação, reprodução e aumento de estoque de espécies em mais de 100 lagos preservados, contribuindo com a sustentabilidade da região, gerando renda para mais de 200 familias. Só em 2017 o manejo produzirá no Médio Juruá 62 toneladas de pirarucu e no Baixo Juruá 39 toneladas, toda produção é fruto de manejo de lagos protegidos pelas comunidades locais.

    Peças a partir de R$ 5
    As peças de pirarucu na feira de agricultura da Ufam serão vendidas nos seguintes preços: carcaça R$ 5,00; charuto (peixe inteiro) a R $ 8,50; ventrecha a R$ 14,00; a manta do pirarucu a R$ 15,00; e o filé de pirarucu R$ 16,00.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso