• Curso de Ciências Contábeis da UEA está entre os 10 melhores do país, avalia CFC

    Os alunos da UEA conquistaram o primeiro lugar no ranking das 16 universidades situadas no Amazonas, que realizaram o exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).
    07/12/2017 18h02 - Actualizado 7/12/2017 18h04

    Foto: Joelma Sanmelo/UEA


    Alunos do curso de Ciências Contábeis da Escola Superior de Ciências Sociais, da Universidade do Estado do Amazonas (Eso-UEA) conquistaram o primeiro lugar no ranking das 16 universidades situadas no Amazonas, que realizaram o exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), aplicado em setembro passado pela Fundação Brasileira de Contabilidade.

    A pontuação dos alunos também colocou a UEA entre as 10 melhores universidades do País, nesse curso. A nota obtida pelos acadêmicos da UEA ficou três vezes acima da média nacional, cinco vezes a média regional e quatro vezes a estadual.

    Além do desempenho reconhecido pela nota mais alta, o curso de contabilidade da UEA também foi o que mais teve alunos aprovados no exame. De 12 alunos que realizaram a prova, 10 foram aprovados, o sea, um rendimento de 83,3%.

    A prova da CFC tem o mesmo peso para os profissionais dessa área, comparado ao exame da OAB para os advogados, segundo avaliou a coordenadora do curso de contabilidade da UEA, Edileuza Lobato.

    “Isso para nós docentes é a certeza de estar no caminho certo. Os alunos também se esforçaram bastante e abraçaram essa causa. Esse é o resultado da soma desses esforços às condições que a Universidade nos oferece pela contratação de professores qualificados”, avaliou a professora.

    Ufam em 2º lugar
    A Universidade Federal do Amazonas ficou com o 2º melhor índice de aprovados entre as universidades amazonenses. Dos 76 estudantes da Ufam que realizaram o exame, 42 foram aprovados (rendimento de 55,6%).


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso