• Pedido de prisão domiciliar para Wilson Alecrim é negado por juíza

    Familiares estão preocupados com o estado de saúde do ex-secretário que está diagnosticado com câncer de próstata e estava se preparando para passar por uma cirurgia quando foi preso.
    18/12/2017 16h18 - Actualizado 20/12/2017 15h56

    Foto: reproducción


    Escribiendo POST AM

    A juíza da 4ª Vara Federal do Tribunal Regional da 1ª Região, Ana Paula Serizawa Podedworny, negou o pedido de prisão domiciliar feito pela defesa do ex-secretário de Saúde Wilson Alecrim, preso preventivamente há seis dias no Centro de Detenção Provisório Masculino 2 (CDPM 2), en el kilómetro 8 da BR-174.

    Familiares estão preocupados com o estado de saúde de Wilson Alecrim, de 72 años, que está diagnosticado com câncer de próstata e estava se preparando para passar por uma cirurgia quando foi preso. Os parentes afirmam que o ex-secretários de Saúde foi levado sangrando.

    Os exames preparatórios para o procedimento cirúrgico marcado para janeiro, segundo esses mesmos familiares, não são oferecidos em Manaus e por isso o ex-secretário estava com viagem programada para São Paulo nesta quinta.

    O ex-secretário foi preso na última quarta-feira (13) na Operação Custo Político da Polícia Federal sob suspeita de ter conhecimento e beneficiar um esquema de desvio de recursos públicos que deveriam ser aplicados na Saúde do Estado do Amazonas.


    *** Si estás a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitando frecuentemente el AM POST.


    Facebook

    economía

    Contacto Terminos de uso