Arthur Bisneto deve deixar Casa Civil de Manaus em abril para disputar eleição

Segundo a legislação pessoas que ocupam cargos como o de secretário municipal devem se afastar do cargo seis meses antes do pleito.
22/03/2018 14h55 - Atualizado em 23/03/2018 15h08
Foto: reprodução

Redação AM POST

O chefe da Casa Civil de Manaus e presidente estadual do PSDB no Amazonas, Arthur Bisneto (PSDB), adiantou na última segunda-feira (19) que “provavelmente” entregará o cargo até o dia 7 de abril. Segundo a legislação eleitoral, para poder disputar as eleições, pessoas que ocupam cargos como o de secretário municipal devem se afastar do cargo seis meses antes do pleito.

O político disse que não quer falar sobre eleição agora porque o cenário político ainda não está claro mas deu a entender que deixará casa civil de Manaus. “Provavelmente, sim. Eu só vou poder falar para você sobre isso dia 7 (de abril)”, disse Bisneto, ao ser questionado pela reportagem.

O tucano disse que o partido precisa eleger um deputado federal para ajudar a Prefeitura de Manaus. E que também apoiará um senador “para ser eleito”. Para isso, contou, tem conversado com todos os grupos possíveis, até com partidos que ele jamais poderia dizer que conversou.

Bisneto foi o Deputado federal mais votado no Amazonas nas eleições de 2014, eleito com 250,8 mil votos – a melhor votação entre os oito parlamentares pelo Amazonas. Ele exerceu o mandato até setembro de 2017, quando trocou Brasília pela Casa Civil na administração do pai, o prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto (PSDB).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso