Para 50% dos brasileiros, “bandido bom é bandido morto”, mostra Ibope

A tese é defendida pelo deputado Jair Bolsonaro, candidato a Presidência da República, segundo colocado na pesquisa de intenção de voto.
05/03/2018 14h30 - Atualizado em 6/03/2018 14h30
Foto: Reprodução

Pesquisa inédita feita pelo Instituto Ibope mostra que o mote “bandido bom é bandido morto” é aceito por metade da população brasileira. A tese é defendida pelo deputado Jair Bolsonaro, candidato a Presidência da República, segundo colocado na pesquisa de intenção de voto feita Instituto Datafolha no fim de janeiro.

O levantamento, publicado pelo colunista Lauro Jardim, no jornal O Globo, ouviu 2.002 pessoas em todo o Brasil entre os dias 22 e 26 de fevereiro.

Os que concordam ou concordam totalmente com a solução somam 50%. Outros 37% se opõem a isso.

A pesquisa mostrou também que 52% dos católicos apoiam a tese. Entre os evangélicos, são 44%. A ideia é mais bem vista entre os homens (53%) do que mulheres (45%).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso