Wilson Lima de zonas francas,: Es la herencia de los pueblos amazónicos y que debe mantenerse

O governador destaca ser necessária a implementação de novas matrizes econômicas e diz que ao longo de seu mandato trabalhará para isso.
11/06/2019 09h14 - Actualizado 13/06/2019 15h11

Escribir AM Mensaje

El gobernador del estado, Wilson Lima, afirma não haver a menor possibilidade de aceitar o fim da Zona Franca de Manaus, sobretudo por ser um modelo de desenvolvimento regional garantido pela Constituição e reconhecido como eficaz na diminuição das desigualdades regionais e na preservação da Amazônia.

“A Zona Franca é um patrimônio do povo do Amazonas, uma espécie de bem que nos foi entregue em troca de preservação e manutenção do patrimônio ambiental que possuímos. A lo largo del tiempo, a população tem feito sua parte e não pode ser punida. Vamos encarar todas as frentes de batalha para manter o que nos pertence”.

Ele destaca ser necessária a implementação de novas matrizes econômicas e diz que ao longo de seu mandato trabalhará para isso. “Meu compromisso é com a implantação de novas formas de negócios, que nos permitam gerar emprego e renda, mas nada nos tirará a Zona Franca, esta também é um compromisso meu”.

* Con la información de la Oficina de Prensa


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

contacto Condiciones de uso