Josué quer audiência com Bolsonaro e Wilker mobiliza entrega de moção de repúdio a Paulo Guedes em Brasília

Deputados se indignaram com a opinião do ministro que chamou o Modelo ZFM de “antieconômico e tudo mal feito”.
10/09/2019 18h38 - Actualizado 11/09/2019 13h32

foto: revelación


Escribiendo pm Título del mensaje *

Visando fortalecer a Zona Franca de Manaus (ZFM), após declarações ofensivas do ministro Paulo Guedes ao modelo econômico, Representante del Estado Wilker Barreto (Podemos) protocolou na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (peligro), el martes (10), uma moção de repúdio ao que o parlamentar classifica como ‘preconceito e total desconhecimento sobre o principal modelo ambiental do mundo’. A ação foi acolhida por todos os deputados presentes e teve como co-autor o presidente da Casa, Sr. Joshua Neto (PSD).

A crítica do ministro ocorreu em uma palestra realizada na última quinta-feira (06), em Fortaleza-CE, para empresários e políticos, onde chamou o modelo de “antieconômico e tudo mal feito”.

“Dei entrada a uma moção de repúdio contra as falas do ministro da Economia, Paulo Guedes, que é totalmente desfavorável ao modelo econômico da Zona Franca de Manaus. O ministro é alguém que não se porta à altura do cargo de ministro do Estado, que deveria olhar para o Brasil como um todo e não atacar um modelo que pessoalmente ele não é a favor. Quero que ele tenha coragem de fazer um grande debate aqui”, dijo Barreto, que é líder da Comissão de Indústria, El comercio y la Zona Franca de Manaus.

Com a atenção dada pelo presidente da Casa, Wilker ressaltou que o poder legislativo reafirma sua responsabilidade e protagonismo diante de assuntos importantes para o Amazonas. tan, ganha força para ir até o presidente da República, Jair Bolsonaro (PÁGINA), que já se colocou a favor do modelo, mas que é fortemente combatido pelo ministro da economia. En julio de este año, quando Bolsonaro esteve em Manaus na Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), o presidente afirmou que a ZFM iria ser preservada.

“Eu falei aqui nesta tribuna que daria o voto de confiança do presidente, mas que sou pé atrás com o Guedes. A maioria dos amazonenses não votou no Guedes, e sim no Bolsonaro, que assumiu o compromisso incondicional com o Amazonas e a Zona Franca quando participou da reunião da Suframa. Vamos solicitar à Assembleia uma audiência pública com o presidente da República, juntamente com a bancada federal do Amazonas, para cobrar que um ministro da Fazenda não pode impor a sua vontade, com base na desinformação, acima do presidente, a maior autoridade do País. Não temos que ter medo de cara feia”, ponderou Wilker.

O deputado citou, todavía, sobre os cortes nos orçamentos da Suframa e da BR-319, previstos para o ano que vem. Según él, as medidas impactam diretamente no desenvolvimento regional da Amazônia.

“Para 2020, a Suframa terá para o ano que vem 80% de redução em seu orçamento, enquanto que a BR-319 não terá sequer um real. Essa é a forma maldosa que o ministro da Fazenda vai impor a sua vontade, contrariando até a posição do presidente da República, conclui Wilker.

Josué quer falar com Bolsonaro
Em discurso Josué, falou da necessidade de diálogo franco e urgente com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PÁGINA), junto dos 24 deputados da Aleam.

Según la parlamentaria, a solicitação de Audiência será encaminhada por meios oficiais e extraoficiais. “Vou solicitar ajuda da Bancada Federal do Estado, e do Superintendente da Suframa, Coronel Alfredo Alexandre de Menezes, que é próximo ao presidente para que consigamos essa reunião o mais breve possível”, pontuou Josué Neto.

El presidente de Aleam, Bolsonaro e Paulo Guedes precisam se comprometer de maneira efetiva com a manutenção e modernização da Zona Franca, especialmente nas questões ligadas a Reforma Tributária, que é discutida no Congresso Federal.

Según Joshua, o ministro deve sofre detranstorno bipolarpor mudar constantemente de opinião sobre a Zona Franca de Manaus.

“Ele sofre de transtorno bipolar. Quando está perto do Amazonas, a Zona Franca presta. Quando está pelas costas, não presta”, Joshua dijo.


*** Si usted está a favor de una prensa totalmente libre e imparcial, colaborar disfrutando de nuestra página en Facebook y visitar a menudo el AM Mensaje.


Facebook

economía

contacto Condiciones de uso