En Manaus, manifestantes protestam contra decisão do STF sobre prisão após condenação em 2ª instância

Profissionais da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo no Estado, foram recebidos com gritos de “Globo lixo”.

Sala de prensa AM POST *

En la capital del Amazonas, manifestantes participaram neste sábado (9) de um ato contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou a prisão após condenação na segunda instância. O protesto reuniu manifestantes vestidos de verde e amarelo e foi realizado no bairro Ponta Negra, Zona Oeste da cidade.

Profissionais da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo no Estado, foram recebidos com gritos de “Globo lixo” e tiveram que ser escoltados por policiais militares mas não houve agressão.

Se fosse o movimento de esquerda já tinham quebrado câmera e dado porrada neles mas a gente que é de direita não. Deixem eles trabalharem porque nós somos a favor da democracia”, disse um dos manifestantes que estava com microfone.

Con la decision, réus condenados só poderão ser presos após o trânsito em julgado, esto es, depois de esgotados todos os recursos. A decisão levou à soltura do ex-presidente Lula, que deixou a carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba nesta sexta (8).

Depois da sessão do STF que derrubou a prisão em segunda instância, o presidente da Corte, Dias Toffoli, disse o Congresso tem autonomia para mudar a regra do início do cumprimento da pena. Tramita na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que inclui no texto constitucional a possibilidade da prisão após condenação em segunda instância. O ato é para cobrar aprovação dessa PEC do Congresso Nacional.

Vídeo: BNC