• Greve é descartada

    Sinetram promete resolver o problema até o dia 1º de Maio.
    28/04/2015 18h42 - Atualizado em 9/04/2016 12h12

    Foto: Divulgação


    Aviso

    Nesta quarta-feira, 29, Manaus pode amanhecer sem transporte coletivo na ruas da capital. É o que informa os representantes dos dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus, que publicou aviso informando a possibilidade do movimento paredista iniciar a 0h00 de quarta-feira, 29, caso não haja solução para as reivindicações da categoria.

    Em nota, os sindicalistas dizem que as empresas não cumpriram, até o momento os termos do dissídio homologado pela Justiça do Trabalho em 2014. Além disso, os rodoviários reivindicam 20% de aumento neste ano, cuja data-base da categoria é no próximo dia 1º de maio. Após o anúncio de uma possível greve da categoria, o Sinetram convidou a todos os representantes da categoria para uma reunião na tarde de hoje, na própria sede do órgão.

    O Resultado

    Após uma tensa reunião realizada na tarde de hoje, na sede do SRTE, entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), o Sindicato dos Rodoviários e a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), as entidades definiram que não haverá a greve que estava prevista para esta quarta-feira, conforme havia sido informado pelo sindicato dos trabalhadores.

    De cordo com o presidente em exercício do Sinetram, Algacir Gurgacz, as empresas estão empenhadas em elaborar uma contraproposta que venha beneficiar aos trabalhadores, sem mexer no valor da tarifa. E promete que até o dia 1º de maio irá resolver o problema da data-base. Uma nova reunião será realizada nesta quarta-feira às 14h, no mesmo local.

    “Nós vamos tentar resolver isso da melhor maneira possível para que a população não seja prejudicada com paralisações no transporte. O Sinetram está fazendo de tudo para achar uma solução. Então a polpulação pode ficar despreocupada pois amanhã não haverá greve, conforme estava sendo anunciado”, informou Gurgacz.


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso