Homem que matou “Bola” no dia 2 de maio é preso em Manaus

Segundo a PC, o criminoso alegou que agiu motivado por vingança

Leonan da Silva Farias, 18, foi preso no início da tarde do último sábado, dia 8, por policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, do 2º Tribunal Júri. O jovem é apontado como autor do homicídio de Roberto Campos Silva, que era conhecido como “Bola” e tinha 19 anos quando o crime aconteceu, no dia 2 de maio deste ano.

A ação, coordenada pelos delegados da DEHS Ivo Martins e Daniel Leão, respectivamente titular e adjunto da unidade policial, foi desencadeada por volta de meio-dia, quando Leonan foi encontrado em uma estância, situada no Beco Monsenhor Pinto, no bairro da Paz, zona Centro-Oeste da cidade.

De acordo com Ivo Martins, o delito ocorreu na madrugada do dia 2 de maio, na Rua Amor Agarradinho, antiga Rua Quatro, no mesmo bairro onde Leonan foi preso. Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, dia 10, na sede DEHS, a autoridade policial disse que o infrator alegou que agiu motivado por vingança.

“Leonan soube que a vítima estava naquela área da cidade e pegou uma arma de fabricação caseira. Em seguida efetuou um disparo que acertou o peito de Roberto, que ainda conseguiu pular um muro, mas morreu no terreno de uma autarquia municipal. O infrator argumentou que a vítima, em outra ocasião, teria desferido vários golpes nele, utilizando um gargalo de garrafa. Por conta disso Leonan resolveu matar Roberto”, declarou Martins.