Foragido do Compaj é recapturado na zona Norte em posse de arma de fogo e munição

Segundo a polícia Carlos Andrey Amaral da Silva, conhecido como “Pivete”, foi recapturado após delações feitas ao disque-denúncia da SSP-AM.
15/12/2016 14h09 - Atualizado em 15/12/2016 14h11

Foto: divulgação


A Polícia Civil do Amazonas, sob o comando do delegado titular da unidade policial, Jeff David Mac Donald, prendeu em flagrante, na tarde de quarta-feira (14), por volta das 15h, Carlos Andrey Amaral da Silva, 27, conhecido como “Pivete”, por posse de arma fogo e munição. O fato ocorreu na Rua Charlotte, segunda etapa do loteamento Riacho Doce, bairro Cidade Nova, zona Norte da capital.

De acordo com o delegado titular da unidade policial, eles chegaram até o infrator após receberem delações feitas ao número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), informando que “Pivete” estaria comercializando drogas na região. Os policiais civis do 6º DIP deram início às diligências e passaram a monitorar o indivíduo.

“Nos dirigimos até o endereço indicado e, durante abordagem, percebemos que “Pivete” apresentava certa dificuldade para andar, pois, segundo comentou, teria sido alvejado por traficantes rivais em setembro deste ano. O infrator informou, ainda, possuir uma arma caseira e munição de espingarda, calibre 12, na casa onde morava, como forma de se proteger das ameaças de morte dos inimigos. Fomos até a residência dele, naquela mesma rua, e apreendemos o material bélico embaixo da cama dele”, explicou Mac Donald.

Conforme a autoridade policial, “Pivete” já tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. O delegado destacou ainda que, durante consulta ao Sistema de Automação do Judiciário (E-SAJ), foi constatado que o infrator estava foragido desde o dia 24 de agosto deste ano do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), onde cumpria pena no regime semiaberto por tráfico de drogas.

“Pivete” foi autuado em flagrante por posse de arma fogo e munição. No prédio da unidade policial, após o término dos procedimentos legais, o infrator foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso