Mais de 800 mototaxistas são capacitados para prevenir acidentes em Manaus

O treinamento foi realizado por meio do curso de “Técnicas de Pilotagem”, promovido pela SMTU.
29/12/2016 14h54 - Atualizado em 29/12/2016 14h54

Foto: divulgação


Mais de 800 mototaxistas legalizados pela Prefeitura de Manaus receberam, ao longo deste ano, aulas práticas de pilotagem com foco na prevenção de acidentes de trânsito.

O treinamento foi realizado por meio do curso de “Técnicas de Pilotagem”, promovido pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), em parceria com a empresa Honda da Amazônia que levou ainda noções de primeiros socorros, além de orientações sobre postura profissional, atendimento ao cliente e normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Nesta quarta-feira (28) ocorreu a formação de 25 mototaxistas que marcou o fechamento do calendário anual de capacitação da SMTU voltada para esses profissionais.

O curso de capacitação foi disponibilizado semanalmente como uma das ações do projeto “Vida no Trânsito”, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que tem como meta a redução de mortes nas vias da cidade. As aulas têm sido ministradas no Centro Educacional de Trânsito da Honda (CETH), localizado no bairro Novo Aleixo, Zona Norte. Os instrutores são educadores da Honda da Amazônia, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192).

Na aula prática de pilotagem, ministrada pelos educadores do CETH, os mototaxistas puderam aprender técnicas de frenagem de emergência, postura de pilotagem, dinâmica de curva, além da observância quanto à calibragem dos pneus, regulagem da corrente e a utilização do capacete e demais equipamentos de segurança.

As palestras ministradas por educadores do Manaustrans e do CETH orientaram os participantes sobre a importância da utilização correta do capacete, os riscos de trafegar sobre o passeio ou de realizar manobras proibidas pela lei, ressaltando sempre que a possibilidade de evitar acidentes precisa ser o principal objetivo de quem cumpre as normas do CTB.

O mototaxista Jorge Correa, 38, selecionado na última licitação realizada pela Prefeitura de Manaus, já participou duas vezes do curso, e afirma ter se aperfeiçoado como profissional após o treinamento. “Primeiramente posso afirmar que aprendi a ter mais respeito com todos os que estão no trânsito. Antigamente, eu era muito estressado no trânsito, hoje conduzo a moto com mais tranquilidade, procurando evitar qualquer conflito. Eu me sinto um profissional melhor depois desse treinamento. Toda vez que tiver, vou fazer”, afirmou Corrêa.

A enfermeira Lêda Sobral, chefe do Núcleo de Educação Permanente de Urgência do Samu, afirma que o treinamento tem dado resultados positivos. ”Nossa participação no curso dá a esses condutores a noção básica de como agir em primeiros socorros nos casos de acidentes até que nossas equipes cheguem ao local. Vemos resultados também porque nos atendimentos feitos pelo Samu, não temos visto dentre os envolvidos em acidentes de trânsito mototaxistas que participaram do treinamento. E se acontecer de um desses mototaxistas presenciarem um acidente, sabemos que estão preparados para agirem nos primeiros socorros”, afirmou.

O diretor da SMTU, Thiago Balbi, destaca como o treinamento beneficia o exercício da atividade de mototáxi. “No trânsito, a moto está numa posição mais vulnerável em relação aos demais veículos. Os treinamentos dados preparam os profissionais para que lidem com dificuldades encontradas no dia a dia, ajudando-os a prevenir acidentes. Com isso, ganha não apenas o mototaxista, mas também o passageiro que utiliza o serviço. No ano que vem, novas turmas serão formadas para que esse processo de reciclagem profissional tenha continuidade”, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso