Produtores de 41 municípios do AM recebem orientação para acesso ao programa de merenda escolar

Atualmente o programa envolve 15 mil produtores rurais e agricultores familiares. A estimativa para 2017 é dobrar o número.
08/12/2016 10h42 - Atualizado em 8/12/2016 15h38

Foto: Reprodução


Os produtores rurais de 41 municípios do Amazonas puderam tirar dúvidas e acompanhar, por meio de videoconferência, nesta quarta-feira, 7, as regras do edital do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme). A apresentação e o lançamento foram feitas pela Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), órgão integrante do Sistema Sepror.

O Preme surgiu em 2005 como iniciativa do Governo do Amazonas de incentivar a inclusão de gêneros alimentícios regionais nos cardápios escolares e fomentar a produção local com a compra direto do produtor rural.

Atualmente o programa envolve 15 mil produtores rurais e agricultores familiares. A estimativa para 2017, segundo o Diretor Técnico da ADS, Ramonilson Gomes, é dobrar o número de produtores inscritos alcançando aproximadamente 30 mil trabalhadores rurais em todo o Estado.

As inscrições para o Preme começam no próximo dia 12 de dezembro e seguem até o dia 30 de janeiro. O edital está disponível no site da Sepror. O produtor rural também pode ter acesso ao edital, a partir da próxima semana, em um dos 66 escritórios do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Sustentável e Florestal (IDAM) localizados no interior do estado.

Orientações para sanar dúvidas – De acordo com Ramonilson Gomes, a apresentação do edital com videoconferência ajuda os produtores a esclarecerem suas dúvidas e a conhecerem de forma detalhada as regras da concorrência do edital. “Essa é a oportunidade de tirar dúvidas diretamente com os produtores e os técnicos do Idam, assim como orientar sobre qual o procedimento o produtor deverá tomar para se credenciar ao Preme’’, destacou.

A transmissão do conteúdo, em Manaus, foi coordenada pelo Programa de Capacitação Tecnológica da Sepror (CPCTEC) junto ao Centro de Mídias da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), instituição do Sistema. O procurador jurídico, Erik Franco, e o presidente da Comissão de Licitação Interna (CIL) da ADS, Diogo Augusto, estiveram presentes na apresentação do edital para esclareceram as dúvidas dos produtores.

Nos municípios os produtores rurais e agricultores familiares puderam acompanhar a apresentação do edital nos escritórios IDAM. Manaus, Parintins, Beruri, Atalaia do Norte, Barreirinha, Caapiranga, Envira, Urucurituba, Juruá, Maués, Lábrea, Silves, Ipixuna, Codajás, Anori, Santa Isabel, Benjamin Constant, Nhamundá, Humaitá, Nova Olinda do Norte, Amaturá, Japurá, Novo Airão, Anori, Fonte Boa, Tefé, Autazes, Tabatinga, Itacoatiara, Manacapuru, Canutama, Urucará, Santa Isabel do Uatumã, Caapiranga, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, Boa Vista do Ramos, Manicoré, Japurá e Anamã foram os municípios participantes do lançamento do Preme 2017.

O Preme – Desde o surgimento do Preme o Governo busca parcerias com a Seduc e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) para ampliar o cardápio regional nas escolas. A parceria tem dado certo e já colocou o Estado do Amazonas em destaque nacional por regionalizar seus cardápios além dos 30% estipulados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Atualmente, 50 itens regionais incorporam o cardápio da merenda escolar.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso