Vice de prefeito preso deve assumir Maraã em 2017

Edir Castelo Branco deverá ficar no cargo até que a morte do então prefeito do município seja esclarecida.
29/12/2016 14h09 - Atualizado em 30/12/2016 11h06

Foto: Reprodução


O vice-prefeito de Maraã (distante 632 km de Manaus), Edir Castelo Branco, deve assumir a prefeitura do município no primeiro dia de 2017, segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O prefeito da cidade, Luiz Magno Moraes (PMDB), foi preso suspeito de assassinar seu antecessor, Cícero Lopes (PROS).

Edir Castelo Branco deverá ficar no cargo até que a morte do então prefeito do município, assassinado no dia 28 de fevereiro deste ano, seja esclarecida. Cícero Lopes estava na frente de sua residência quando levou um tiro. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu ao ferimento.

Magno tomou posse em definitivo do cargo no dia 23 de março, após travar uma batalha jurídica com a presidência da Câmara Municipal de Maraã, deixando familiares de Cícero revoltados.

Portal AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso