• Amazonas é um dos estados com eleitores mais ‘insatisfeitos’ com a vida atual, aponta Ibope

    As cinco respostas possíveis eram “muito satisfeito”, “satisfeito”, “insatisfeito”, “muito insatisfeito”, “não sabe / não respondeu”.
    27/08/2018 13h29 - Atualizado em 11/09/2018 12h53

    Foto: Reprodução


    A soma dos eleitores que se declaram “insatisfeitos” ou “muito insatisfeitos” com sua vida atual é numericamente maior (quando desconsiderada a margem de erro) nos estados do Rio de Janeiro (40%), Amazonas (40%), Roraima (39%), Bahia (38%), Amapá e São Paulo (ambos com 35%), segundo pesquisas Ibope realizadas no mês de agosto com eleitores em 25 estados do país e no Distrito Federal. Apenas em Minas Gerais ainda não foi divulgada uma pesquisa Ibope após o registro dos candidatos nas eleições deste ano.

    Em todos os estados e no DF, mais da metade dos eleitores ouvidos se declaram “satisfeitos”, mesmo se considerada a margem de erro (de 3 pontos percentuais para mais ou para menos). Numericamente, o maior valor de eleitores que se declaram “satisfeitos” é no Ceará (69%) e o menor no Rio de Janeiro e no Amazonas (53%).

    Com a soma das categorias “satisfeito” e “muito satisfeito”, os estados onde os eleitores numericamente declaram maior satisfação são Ceará (77%), Piauí (73%), Paraíba e Alagoas (72%), e Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Maranhão e Paraná (71%).

    Nas pesquisas, o Ibope questionou aos eleitores com a pergunta: “Como o(a) senhor(a) diria que se sente com relação à vida que vem levando hoje?”. As cinco respostas possíveis eram “muito satisfeito”, “satisfeito”, “insatisfeito”, “muito insatisfeito”, “não sabe / não respondeu”.

    Amazonas

    Muito Satisfeito: 6%
    Satisfeito: 53%
    Insatisfeito: 29%
    Muito Insatisfeito: 11%
    Não sabe / Não respondeu: 1%

    Amazonas: realizada entre 13 e 16 de agosto. Foram entrevistados 812 eleitores em 23 municípios. Contratada por Rádio TV do Amazonas Ltda. Registro no TRE protocolo nº AM-01315/2018 e no TSE protocolo nº BR-05767/2018.

    Fonte: G1


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso