• PT-AM se recusa a sair de coligação encabeçada por David Almeida e diz que vai recorrer de decisão judicial

    Tudo aconteceu porque a senadora Vanessa Grazziotin é vista como ‘persona non grata’ por partidos da coligação.
    25/08/2018 16h06 - Atualizado em 27/08/2018 14h35

    Foto: Reprodução


    Redação AM POST

    O Partido dos Trabalhadores (PT) no Amazonas se recusa sair da Coligação Renova Amazonas, do candidato ao governo David Almeida (PSB). A sigla vai recorrer de decisão judicial do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) feita pelo juiz Marco Antônio Pinto da Costa que acatou pedido do Diretório Nacional do PT e determinou a exclusão da legenda da coligação mesmo com parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE-AM) que orientava a permanência do partido na chapa.

    Tudo aconteceu porque a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB) é vista como ‘persona non grata’ por partidos da coligação e teve sua inclusão imposta pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, sob ameça de tirar apoio da legenda a chapa.

    Segundo o presidente estadual do PT, Sinésio Campos, a sigla regional vai recorrer porque não houve em nenhum momento quebra de regras de qualquer resolução nacional. “Me causa estranheza a decisão do juiz porque é contrária ao parecer do MP. Vamos recorrer porque acreditamos que houve, por parte da Justiça, uma má interpretação da situação”, disse.

    Com a saída do PT a chapa de David Almeida de perde metade do tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão que inicia na próxima sexta-feira (31).


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso