Arthur Neto diz que não vota em Alckmin, fecha com Marina e acha que PSDB deve apoiar Bolsonaro no segundo turno

O prefeito é desafeto de Alckmin desde o começo do ano e no primeiro turno disse que apoiará Marina Silva.
27/09/2018 17h19 - Atualizado em 28/09/2018 12h52

Foto: Divulgação


O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), declarou nesta quinta-feira, 27, em entrevista ao Jornal O Estado de S.Paulo apoio a ex-ministra Marina Silva (Rede) na disputa presidencial. Arthur Virgílio contou que participará de atos de campanha ao lado dela nesta sexta-feira, 28, capital do Amazonas.

“Eu sou tucano, mas não voto em Geraldo Alckmin. Ele é autoritário. Conforme eu previa, a campanha dele não tem credibilidade. Pensei muito e minha candidata é a Marina”, disse Virgílio ao Jornal.

O prefeito é desafeto de Alckmin desde o começo do ano, quando tentou promover prévias no PSDB para enfrentar o ex-governador na escolha do candidato presidencial da sigla. A avaliação de Arthur é que o PSDB deve apoiar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no 2° turno, caso Alckmin não consiga chegar lá.

“Estou achando que o PSDB vai de Bolsonaro no segundo turno. Alguns tucanos já estão engajados sem nem esperar o fim do primeiro turno. O PSDB virou uma força irrelevante”, disse.

Arthur Virgílio foi secretário-geral do PSDB entre 1996 e 1998 e líder do partido no Senado entre 1999 e 2002.

Fonte: Estadão


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso