Boi Caprichoso pode ficar fora do Festival Folclórico de Parintins 2019 após justiça mandar leiloar galpão

O leilão é para quitar dívida de 2010. Equipe jurídica do boi acredita ser possível retomar conversação com a empresa credora da dívida e negocia-la.
10/09/2018 14h20 - Atualizado em 11/09/2018 10h21

Foto: Divulgação


Redação AM POST

O galpão de alegorias do boi Caprichoso, em Parintins, pode ser leiloado nesta terça-feira (11), por determinação judicial em favor da empresa de fogos de artifício Rio Copacabana. O leilão é para quitar dívida de R$ 473 mil, com juros, da agremiação iniciada em 2010 e deixada por antigos gestores do boi.

De acordo com a assessoria de imprensa do Caprichoso algumas tentativas da atual gestão para quitar a dívida foram feitas mas sem sucesso. Mesmo com o leilão marcado para amanhã, o advogado do Caprichoso, Rodrigo Porto, afirma que é possível retomar conversação com a empresa credora da dívida e negocia-la.

Se confirmada a venda do galpão o Caprichoso pode ficar de fora do festival folclórico de Parintins 2019 por ser o local onde ocorre toda a produção artística para o evento. Segundo a diretoria do boi sem o galpão o projeto para o próximo ano se tornaria inviável.

*Com informações retiradas do BNC Amazonas


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso