Cabo Daciolo anuncia jejum por 21 dias pelo país e por Bolsonaro

No período, explica que não concederá entrevistas nem participará de debates eleitorais.
08/09/2018 12h40 - Atualizado em 11/09/2018 12h39

Foto: Reprodução


Cabo Daciolo, candidato à Presidência pelo Patriota, anunciou nesta sexta-feira, 7, que decidiu fazer um jejum por 21 dias, quando ficará “nos montes” rezando “pela nação e por Jair Bolsonaro”. No período, explica, não concederá entrevistas nem participará de debates eleitorais, antecipando que não estará presente ao debate da Gazeta neste domingo, dia 9.

O candidato tem passado a maior parte da campanha no Monte das Oliveiras, no Rio. Ele chamou a atenção dos eleitores depois que citou a Ursal no debate da Band.

Bolsonaro foi vítima de um ataque na quinta-feira, 6, durante um ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e está hospitalizado em São Paulo.

Daciolo afirma, na nota, acreditar que “nossa batalha se trava no mundo espiritual e exige de nós postura aguerrida contra todos os dardos inflamados do inimigo”.

No texto, ele deseja pronta recuperação ao adversário político e diz que sua “luta não é contra pessoas, mas contra poderes e autoridades”, citando um trecho de Efésios.

Fonte:Catraca Livre


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso