Comparsas traem Fernandinho Beira-Mar e se aliam a facção rival

Um vídeo gravado pelos traficantes mostra os criminosos da Vila Aliança caminhando com roupas camufladas e fuzis nas ruas da Vila Kennedy.
18/09/2018 09h55 - Atualizado em 18/09/2018 11h03

Foto: Reprodução


Comparsas do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, que chefiavam o tráfico em favelas do Comando Vermelho (CV) dominadas por ele na Baixada Fluminense, o traíram e se aliaram ao Terceiro Comando Puro (TCP). Cerca de 40 fuzis foram levados pelos criminosos para Vigário Geral, do TCP, no fim de semana.

Após a traição, a polícia investiga se os ex-aliados vão tentar tomar o controle dos domínios de Beira-Mar na Baixada. Atualmente, ele cumpre pena na penitenciária federal de Mossoró (RN). Além do Barro Vermelho, o chefão controla o tráfico nas favelas Parque das Missões e Beira-Mar, em Duque de Caxias.

A traição é mais um episódio da guerra que o CV e o TCP travam em favelas do estado. Na última sexta-feira, traficantes da Vila Aliança, dominada pelo TCP em Bangu, invadiram a vizinha Vila Kennedy. Moradores relatam que os tiroteios perduraram até a noite de sábado.

Outra favela que é alvo de disputa entre as duas facções é a Rocinha. Como o EXTRA mostrou ontem, a polícia investiga a movimentação da quadrilha de Antônio Bonfim Lopes, o Nem, hoje no TCP, para retomar o morro, dominado pelo CV. A polícia já sabe que parentes do traficante foram a São Paulo tentar apoio do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Fonte: Extra


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso