Ex-mulher de Bolsonaro nega ameaça de morte e desmente fake news da Folha de São Paulo

Na Internet, eleitores do presidenciável contestam a documentação do MRE e atacam a jornalista que assina a reportagem que viralizou na noite de ontem (25).
26/09/2018 16h51 - Atualizado em 26/09/2018 16h52

Foto: Reprodução


Ana Cristina Valle, ex-esposa do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro, negou em vídeo publicado em rede social que tenha sido ameaçada de morte pelo político. O caso foi revelado nesta terça-feira (25) pelo jornal Folha de S. Paulo. A reportagem cita um documento do Itamaraty que informava que Ana Cristina havia saído do país após ser ameaçada pelo presidenciável.

Apesar de se tratar de um documento oficial do Ministério das Relações Exteriores, Cristina, que é candidata a deputada federal e adotou o nome do ex para a campanha, alegou em vídeo que a informação era falsa, se disse indignada e afirmou que nunca foi ameaçada pelo candidato. Ela ainda declarou que tem uma boa relação com Bolsonaro e que ele não teria índole para cometer.

O documento traz um relato de Cristina ao Itamaraty em 2011, época em que os dois travavam uma disputa judicial no Rio de Janeiro sobre a guarda do filho do casal, então com 12 anos. A candidata afirmou que deixou o país “por ter sido ameaçada de morte” e que a acusação poderia motivar um pedido de asilo político na Noruega.

Ainda segundo a Folha, Bolsonaro mobilizou o Itamaraty na condição de deputado federal para que o órgão intercedesse em seu favor, após descobrir que Ana Cristina tinha viajado com o filho do casal.

Nas redes sociais, eleitores do candidato, que também desacreditaram dos relatos apresentados pelo documento oficial do Ministério das Relações Exteriores, resolveram atacar a jornalista que assina a matéria da Folha de S. Paulo, Marina Dias. No entanto, acabaram espalhando o telefone, e-mail, fotos, além de outros dados pessoais, de uma outra jornalista, que atende pelo mesmo nome. Ela também foi agredida verbalmente e ameaçada em diversas publicações nas redes sociais.

Fonte: Jornal O Dia


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso