Braga vota para tirar Coaf de Moro enquanto Omar Aziz e Plinio Valério são contra

Os senadores do Amazonas ficaram divididos na votação cuja principal polêmica era tirar o Coaf das mãos do ministro Sérgio Moro.

Redação AM POST

O Senado aprovou na noite dessa terça-feira(28) a Medida Provisória (MP) 870, e manteve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) subordinado ao Ministério da Economia.

Os senadores do Amazonas ficaram divididos na votação cuja principal polêmica era tirar o Coaf das mãos do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ou manter com o ministro Paulo Guedes, como decidiu a Câmara dos deputados.

Na ocasião, os senadores do Amazonas Omar Aziz e Plínio Valério se posicionaram para manter o Conselho com Moro, enquanto Eduardo Braga encaminhou voto para que o Coaf passasse para a ser dirigido por Paulo Guedes.