• Pastor é preso acusado de estuprar a própria filha de 12 anos no Careiro Castanho

    Conforme polícia, a vítima era obrigada a manter relações sexuais diariamente com o pai e isso afetou seu rendimento escolar.
    23/09/2019 16h23 - Atualizado em 24/09/2019 13h04

    Foto: Divulgação


    Redação AM POST*

    Policiais civis lotados na 34ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Careiro Castanho, sob comando do delegado Rudival Magno, titular da unidade policial, cumpriram na tarde de sexta-feira (20/09), por volta das 16h, mandado de prisão preventiva em nome de um pastor de 37 anos, apontado com autor de estupro da própria filha, uma menina de 12 anos. A prisão ocorreu na residência do infrator, no município de Careiro Castanho, distante 102 quilômetros em linha reta da capital.

    De acordo com a autoridade policial, a vítima era obrigada a manter relações sexuais diariamente com o pai. O homem aproveitava a ausência da madrasta dela para cometer os delitos, na casa onde eles moram, no Careiro Castanho. Segundo o delegado Magno, os abusos afetavam o rendimento escolar da menina, sendo que o último estupro ocorreu há pouco tempo, no último dia 12 de setembro.

    “Após uma crise de choro ao assistir uma palestra sobre drogas e abuso sexual, na escola dela, a vítima comunicou ao corpo docente da unidade de ensino que era abusada constantemente pelo próprio pai. Quando tomamos conhecimento da ocorrência, por meio do Conselho Tutelar, iniciamos diligências e solicitamos o exame de conjunção carnal na vítima, que confirmou a existência de abusos sexuais. Após a expedição da ordem judicial, nos deslocamos à casa do infrator e logramos êxito na prisão dele”, explicou Magno.

    O mandado de prisão preventiva em nome do pastor foi expedido no dia 20 de setembro de 2019, pela juíza Fabíola de Souza Bastos Silva, da Comarca de Careiro Castanho.

    Procedimentos
    O homem foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da 34ª DIP, ele irá permanecer no prédio da unidade policial, que funciona como unidade prisional em Careiro Castanho.

    *Com informações da Assessoria de Imprensa


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso