Ex-senador do PT tem direitos políticos suspensos por improbidade administrativa

O petista também terá que pagar multa equivalente a 48 salários de prefeitos de Novo Iguaçu.

O ex-senador Lindbergh Farias (PT) teve os direitos políticos suspensos por improbidade administrativa . A decisão da 2ª Vara Cível de Nova Iguaçu , cidade em que o petista foi prefeito de 2005 a 2010, determinou a suspensão de cinco anos, conforme foi divulgado pela colunista do Extra Berenice Seara .

Lindbergh foi condenado por um ato durante sua administração na Baixada Fluminense, em que Justiça julgou caracterizar “promoção pessoal”. Durante o governo do ex-senador, a prefeitura de Nova Iguaçu distribuiu remédios marcados com a logomarca da gestão Farias, um sol estilizado, e não o símbolo oficial do município.

A conduta levou à ação civil pública proposta pela 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Nova Iguaçu, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Além da suspensão dos direitos políticos, o petista também deverá pagar uma multa no valor de 48 vezes o salário atual de prefeito no município. Procurada, a defesa de Lindbergh informou que até o momento não foi notificada sobre a decisão da Justiça e que, por isso, não vai se posicionar.

Fonte: O Globo