Mutirão oftalmológico atende crianças de escolas públicas da zona Norte de Manaus

A programação prevê o atendimento em 48 escolas públicas até o fim do ano, sendo 38 escolas municipais e dez estaduais, beneficiando um total de 2.307 crianças nesse processo.
06/11/2019 13h07 - Atualizado em 6/11/2019 16h02

Foto: Divulgação


Redação AM POST
 
Crianças de escolas públicas da zona Norte da cidade estão tendo acesso a exames oftalmológicos por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, a partir das secretarias municipais de Saúde (Semsa) e de Educação (Semed). O mutirão de oftalmologia acontece até esta quarta-feira, 6/11, no contêiner de um convênio entre a Semsa e o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), localizado no pátio do Complexo Maria Antonieta Verçosa Raposo, rua 16 de Agosto, n° 276, Cidade Nova.
                                      
O objetivo é consultar os alunos das escolas públicas daquela área da cidade. Os atendimentos são feitos por técnicos do Distrito de Saúde (Disa) Norte, em suas escolas, e que foram identificadas com necessidade de avaliação médica pelo teste de visão. “Aqui eles fazem a refração, identificam ou não a necessidade dos óculos e nós confeccionamos o óculos e entregamos para a criança, sem custo nenhum”, explica o chefe da Divisão Técnica da Semsa, Márcio Martins, que coordena o mutirão.
 
A programação prevê o atendimento em 48 escolas públicas até o fim do ano, sendo 38 escolas municipais e dez estaduais, beneficiando um total de 2.307 crianças nesse processo. “Passando por esses atendimentos e resolvendo o problema na visão das crianças, o desempenho escolar delas melhora”, complementou Márcio.
 
Sinara Caldeira, oftalmologista do programa, destaca a importância dos atendimentos gratuitos para as crianças menos favorecidas. “O óculos já é dado e podem enxergar bem, prestar mais atenção nas aulas e melhorar seu rendimento escolar que, por muitas vezes, era diminuído pela falta de nitidez na visão”, assegura.
 
Jhon Adam Valentim, de 12 anos, achou interessante a iniciativa da equipe. “Ajuda não só eu, mas como meus colegas a enxergarmos melhor”, ressaltou.
 
Por dia, foram agendadas entre 15 e 20 crianças por cada turno, iniciando às 8h, com encerramento às 16h.

* Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso