‘Canal vaginal de menina de 12 anos não está pronto para ser possuído’, diz Damares Alves

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos defende a abstinência sexual para prevenir gravidez precoce na adolescência.
26/01/2020 14h52 - Atualizado em 26/01/2020 15h32

Foto: Reprodução


A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que defende a abstinência sexual para prevenir gravidez precoce na adolescência, disse, ao jornal Folha de São Paulo, que se silencia caso fique provado que uma menina de 12 anos está “pronta para ser possuída todo dia por um homem”.

A ministra, que é pastora e evangélica, sustenta que não mistura assuntos de Estado e religião. O governo está lançando uma nova campanha estimulando o início vida sexual de 10 a 18 anos para evitar a gravidez na adolescência.

“O argumento que eu estou buscando é: uma menina de 12 anos não está pronta para ser possuída. Se vocês me provarem, cientificamente, que o canal de vagina de uma menina de 12 anos está pronto para ser possuído todo dia por um homem, eu paro agora de falar”, afirmou, ao jornal.

Damares disse ainda que, se levarem “um abaixo-assinado com 1 milhão de assinaturas de pais de adolescentes contra a proposta” ela “para de falar”.

Fonte: Meia Hora


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso