• Gastos de Omar Aziz com marqueteiro em 2019 no valor de R$ 325 mil são ressarcidos pelo Senado, diz site

    Segundo reportagem, foi usado dinheiro da cota parlamentar para pagar “serviços de consultoria em comunicação e marketing”.
    07/01/2020 17h10 - Atualizado em 8/01/2020 12h58

    Foto: Reprodução


    Redação AM POST

    O Senado Federal ressarciu em 2019 R$325,2 mil de despesas do senador Omar Aziz (PSD) com serviços da microempresa de Jefferson Coronel, marqueteiro político do parlamentar em campanhas. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (7) pelo site O Antagonista.

    De acordo com a matéria Omar Aziz estava usando a cota parlamentar, dinheiro público destinado para despesas do mandato, para pagar “serviços de consultoria em comunicação e marketing” e em outubro ele extrapolou o teto do ‘cotão’.

    Baseado em notas fiscais publicadas no Portal da Transparência do Senado, o site diz que desde de fevereiro do ano passado, no início da atual legislatura, Omar gasta R$30 mil por mês com a empresa de seu marqueteiro.

    Até setembro, o Senado ressarciu Omar Aziz com o valor integral desse pagamento mensal ao marqueteiro. Porém, no mês de outubro o reembolso ao senador foi um pouco menor: R$ 25.335,60. Segundo O Antagonista, a área responsável pelos ressarcimentos do Senado, foi questionada pela reportagem sobre o porque do desconto de R$ 4.664,40, e disse que Omar Aziz extrapolou, entre janeiro e outubro, o teto de R$ 442.766,00, que corresponde ao valor mensal a que senadores do Amazonas têm direito multiplicado pelos dez meses transcorridos.

    “O senador já utilizou o referido montante de sua Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar dos Senadores, razão pela qual a glosa parcial, realizada exclusivamente para cumprimento do supracitado limite de gasto”, justificou o Senado ao site.

    Ainda de acordo com a matéria, o Senado ressarciu ainda, nesse período, R$ 17.400,00 referentes ao aluguel de uma sala em Manaus e R$ 160.030,40 em passagens aéreas emitidas pelo gabinete do parlamentar.

    Questionados sobre o caso, Omar Aziz e Jefferson Coronel informaram que não há ilegalidade alguma nos pagamentos dos serviços efetivamente prestados pela equipe do marqueteiro, que acumula experiência em 17 campanhas no estado, já tendo sido secretário de Comunicação da capital e do governo. Coronel acrescentou que presta serviços de assessoria de imprensa, além de cuidar do gerenciamento das redes sociais e de demais conteúdos do mandato do senador.


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso