Homem confessa ter matado companheira e enterrado corpo no quintal de casa

O crime, teria sido motivado por uma desavença do casal.
08/01/2020 16h32 - Atualizado em 9/01/2020 12h17

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), da Policial Civil do Amazonas (PC-AM), cumpriu o mandado de prisão preventiva de Anderson Guimarães, 33, responsável pelo feminicídio da vendedora ambulante Maria Yolanda Avelino, ex-companheira dele. O crime ocorreu no dia 11 de dezembro, no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

De acordo com o titular da DEHS, delegado Paulo Martins, depois de cometer o crime o homem enterrou o corpo de vítima no quintal de casa. Ele confessou o crime, que teria sido motivado por uma desavença do casal.

“Ele alega que vivia um relacionamento conturbado com a companheira, disse que eles haviam discutido no domingo, que ele deu uma gravata nela, um mata-leão, até ela desfalecer”, descreveu Paulo Martins.

O delegado disse que o suspeito não tem passagem pela polícia e que, apesar de ter informado ser usuário de maconha, não estaria sob efeito da droga quando praticou o assassinato.

O corpo da vítima foi encontrado uma semana depois pela filha da vendedora ambulante, que foi à DEHS formalizar denúncia. O casal tinha dois filhos menores de idade. As crianças foram entregues aos familiares e passam por acompanhamento psicossocial.

Anderson Guimarães foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, localizado no bairro São Francisco, zona centro-sul de Manaus. Ele vai responder pelo crime de feminicídio, com pena prevista de 12 a 30 anos de prisão.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso