Obras de Estação de Tratamento de Esgoto no bairro Educandos avançam 25%

O objetivo é fazer a correta captação de efluentes que saem das casas para melhorar o abastecimento nessas localidades e reduzir o índice de poluição nas águas do Rio Negro.
16/01/2020 11h47 - Atualizado em 16/01/2020 17h36

Foto: Divulgação


Redação AM POST

As obras de construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no bairro do Educandos, zona sul de Manaus, está com 25% de execução e, nesta semana, receberam a primeira etapa da concretagem lateral, onde serão instalados os tanques que fazem parte de uma das fases do tratamento do esgoto. A construção da ETE pertence ao Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) e faz parte de um conjunto de obras de saneamento básico na Bacia do São Raimundo, que inclui a implantação de 24 quilômetros de redes de coleta de esgoto construídas nos bairros de Aparecida, Santo Antônio, São Raimundo, Glória e Centro.

Nessa nova fase de construção, foi realizada a concretagem no local onde serão instalados os tanques biológicos que serão responsáveis pela primeira etapa do tratamento. Esses tanques são os que irão receber o esgoto das residências que chega à ETE, e neles será realizado um processo chamado de aeração, que consiste numa injeção de ar.

A ETE no bairro do Educandos tem o objetivo de fazer a correta captação de efluentes que saem das casas para melhorar o abastecimento nessas localidades e reduzir o índice de poluição nas águas do Rio Negro. Ela está sendo erguida no mesmo lugar onde havia uma Estação de Pré-condicionamento (EPC), construída na década de 1970, e que realizava um tratamento preliminar do esgoto retirando os resíduos sólidos dos efluentes de esgoto antes dos mesmos serem enviados ao rio.

“A construção da ETE vai representar um avanço no que diz respeito à coleta e tratamento de esgoto em Manaus, pois irá impedir que o esgoto de mais de 130 mil pessoas que residem na zona oeste seja despejado na bacia do São Raimundo e no Rio Negro sem o tratamento adequado”, enfatizou o coordenador executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Marcellus Campêlo.

Concretagem – No último dia 14 de dezembro, a Estação de Tratamento de Esgoto recebeu a concretagem que servirá de base para a construção da ETE. A partir dessa base é que irá ser erguido todo o restante da estrutura, assim como os equipamentos e maquinários necessários ao tratamento dos efluentes das residências.

Obras de saneamento – O sistema de esgoto é composto por 24 quilômetros de redes de coleta de esgoto dos bairros da Bacia do São Raimundo, que são interligadas nas residências, cujo destino inicial são as seis elevatórias de esgoto que estão distribuídas nos principais bairros das zonas sul e oeste. Essas elevatórias são responsáveis pelo envio dos efluentes, por meio de modernas bombas, até seu destino final, que será a ETE.

* Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso